segunda-feira, 11 de maio de 2009

Dor crônica: inimiga íntima


"A dor crônica é definida como a dor que persiste ou recorre por mais de 3 meses ou dor associada à lesão de algum tecido que imagina-se poder evoluir.  A dor crônica persiste por meses e até anos. Tipos comuns de dor crônica incluem: dor nas costas, dor de cabeça, artrite, dor decorrente de câncer, e dor neuropática (resultante de lesão nos nervos)." 
Esta definição de dor crônica explica o título do post: inimiga, pois não faz bem, tira a concentração, causa irritação e uma série de outros problemas físicos e emocionais. Íntima porque está presente todos os dias, em todas as situações, e só piora quando mais precisamos que ela desapareça.
Não consigo entender de onde vem tanta dor. Sinto dor todos os dias, às vezes mais fraca, às vezes quase insuportável, tanto que chego a ficar com falta de ar. Dói o corpo todo abaixo da lesão (no meu caso T2) e concentra-se em algumas partes como coluna lombar e nádegas. Ás vezes acho até bom, pois como minha sensibilidade é reduzida, quando a dor está mais intensa sinto muito mais o corpo, até nos pés tenho sensibilidade. Nas áreas em que se concentra a dor dá pra entender, é onde meu corpo recebe mais pressão. E no restante do corpo?
Há um diagnóstico para esta dor como dor neuropática, que é freqüentemente intrigante e frustante, tanto para os pacientes como para os médicos, pois parece não apresentar uma causa definida, responde pouco aos tratamentos, pode durar indefinidamente, leva a incapacidade importante e até mesmo se exacerba com as variações climáticas e estados emocionais. 
Outras consequências da dor crônica incluem "ocorrência de várias alterações psicológicas e aumento da irritabilidade, depressão mental, preocupação com o corpo e afastamento dos interesses externos. Os pacientes que sofrem de dor crônica podem querer afastar-se das pessoas mais próximas e apresentar incapacidade para continuar com as atividades de trabalho e laser. Outros sintomas comumente relatados por pacientes com dor crônica são insônia, diminuição do desejo sexual e alterações de apetite."
Felizmente não sofro a maior parte destas consequências, mas insônia tenho constantemente. Tem semanas em que não durmo uma noite sequer. Só consigo dormir de manhã, geralmente de exaustão por tentar a noite inteira. Nos dias em que faço fisioterapia de pé, com as talas e andador, como ontem à noite, é certo de passar a noite em claro. Felizmente tenho mais de cinquenta jogos no celular pra ajudar a passar o tempo. Pelo menos psicologicamente isso não me afeta, não fico de mau humor nem reclamando. Mas quando eu começar a trabalhar serão outros quinhentos.
Para melhorar ao longo do dia, costumo passar a tarde inteira deitado de bruços. Geralmente ajuda muito, mas há as crises, às vezes por mudança climática, outras sem explicação, ela vem forte e não tem remédio que resolva.
Já fui em vários médicos e fiz alguns tratamentos para diminuir esta dor, já usei medicamentos pesados, e o que deu mais certo foi Cloridato de Tramadol todo dia à noite e um Tilex quando a dor está mais forte. Atualmente adicionei amitriptilina de 12 em 12 horas, mas o efeito é sempre o mesmo: no início do tratamento melhora bastante, dali um mês ou dois volta do mesmo jeito.
Sempre quis conversar sobre isso com outros paraplégicos vítimas de trauma raquimedular como eu, pra saber se passam por isso também. Estou nessa luta há mais de dois anos e parece que a intensidade até aumentou. Mas gostaria muito de saber se tem mais alguém neste calvário. Amigos que aqui visitam, alguém sente dores constantemente, todos os dias e muito intensa?

32 comentários:

  1. Volta e meia tb sinto dores, principalmente nas costas. Vou tentar ir ao Sarah em breve para me consultar. Por enquanto, o que resolve é um anti-inflamatório e uma malhada. Os exercícios dão uma relaxada e ajudam no sono :)

    ResponderExcluir
  2. Oi Sam.
    Namorei um cara que é cadeirante e tinha muitas dores desde que sofreu o acidente. Consultou vários médicos, chegou a fazer cirurgias mas nada deu um resultado satisfatório...o que o aliviou bastante foi a acumpuntura, é resultado a longo prazo, mas segundo ele foi o que o ajudou a diminuir uns 70% da dor que sentia.

    ResponderExcluir
  3. Eu tb sinto isso desde o meu acidente em agosto/2007, mais a minha se manifesta como uma queimação muito forte nas pernas, no início da lesão era bem mais forte, eu não conseguia nem dormir, mais hoje já melhorou bastante, só aumenta no período menstrual. Tomo amytriptilina, dois comprimidos a noite e quando tá demais tomo um analgésico tb, melhora bastante.

    ResponderExcluir
  4. preciso de ajuda minha mae acidentou a 1 ano e 6 meses e chora e sente dor neuropatica o tempo inteiro alguem sabe um analgesico poderoso ela ja tomo garbapentina, amitriptilin´, garmazepina, e inumeros analgesicos, amplicetil meu imail é:pripriolhosverdes@hotmail.com

    ResponderExcluir
  5. http://www.youtube.com/watch?v=eUL-iq1jZsk parte 1/3

    http://www.youtube.com/watch?v=VUVubPbQx0I parte 2/3

    http://www.youtube.com/watch?v=_3vgFyA4vw8 parte 3/3

    Dos 700 mil operadores no Brasil, pelo menos 10 % estão com a doença. Os demais podem estar no grupa de risco.

    PROFISÃO DE RISCO.

    Motorista, Faxineiro, Balconista, Escrivão, Dentista, Protético, Bancário, Caixa de supermercado, Jogador de: Futebol, Tênis, Basquete, e Atleta em Geral e outras profissões.

    A DOENÇA PROVOCA.

    Dores, dormência, formigamento nos dedos, punhos, braços, cotovelos e ombros. Esses sintomas podem ser o começo de uma LER (Lesão por Esforço Repetitivo), DORT (Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho). Essas são as definições para mais de 30 doenças ligadas as formas inadequadas de trabalhar. Entre as doenças mais conhecidas estão a Bursite (Inflamação das pequenas bolsas que ficam entre os ossos e os tendões e em articulações). Tendinite (Inflamações dos tendões) e a Tendossinovite (Inflamações do tecido que reveste os tendões).

    INFLAMAÇÃO

    A inflamação é um mecanismo de resposta do organismo á lesão tecidual, seja ela qual for a origem de agressão,
    (Mecânica Química ou Infecciosa). Aguda ou crônica ela depende de respostas hormonais e celulares, que senão tratada evolui para uma fase degenerativa. O processo inflamatório esta presente em uma gama de patologia, que nos molestam no dia a dia, sejam elas Agudas (Traumatismo, Cirúrgico ou Infeccioso) ou Crônicas (Artrite, Doença do colágeno e Artrose).

    Com a bioestimulação com o infravermelho nos tecido inflamado faz com que a célula proporciona uma diminuição de edema, liberando toxina, drenagem linfática, efeito analgésica, endorfina, enzima superóxido desmutase, controle sobre radicais superóxido, estimula a microcirculação, aumento do metabolismo celular, produzindo colágeno, elástina e divisão celular. Com isso elimina as dores, sem uso de medicamentos.

    ATENDO TAMBÉM EM DOMICILIO
    Email. valdir.floripa@gmail.com
    Orkut. celiaco chlorella
    Msn. valdir.floripa@yahoo.com.br
    Skype. valdir.fenix
    Fone.(11)76205122 SP (48)88059746 Fpolis VALDIR

    ResponderExcluir
  6. Desde outubro tenho tomado dois remédios que, combinados, à noite, tem um efeito relativamente bom na diminuição da dor em faixa e da dor nas costas. Eu teho uma trauma em T11 desde junho e, desde então sinto dores diariamente, sem folga.
    Os remédios que estou tomando são o Lyrica 75mg e o Oxycontin 10mg. Para dormir, Rivotril em gotas. não consigo dormir sem ele.
    Espero que estas dores diminuam. É muito ruim conviver com elas a todo o momento.

    ResponderExcluir
  7. Até que emfim encontrei alguém que sente a mesma dor que eu. Sofri um acidente de onibus no dia 12 jan de 2008 na estrada da venezuela, o onibus capotou e em consequencia disso fiquei tetraplégica. Tenho alguns movimentos no braços que me permitem usar o computador, comer e outras coisas. Sinto dores quase todos os dias e isso atrapalha muito minha interação com as pessoas. No momento estou tomando Lyrica 150mg de 8 e 8 horas. No primeiro mês de tratamento tive melhoras, mas agora as dores voltaram. Gostei da matéria da Revista Veja sobre o tema de Dor. Gostaria que pudesse qualquer novidade sobre essas dores colocar nesse blog, pois achei muito interessante.
    ATT:
    CLaudia Negreiros

    ResponderExcluir
  8. Acredito que o tratamento para a dor crônica é caro , preferem usar a medicina natural ..

    ResponderExcluir
  9. nunca sofri um trauma no meu corpo,ex;quebrar perna ou braço,mas de 1 ano e meio,tenho dores na minha servical por causa de uma artrose na l5,l6.não tem um dia se quer que eu não sinta dor, já estou na fase de dor crõnica,não trabalho ,não tenho mais vida social.

    ResponderExcluir
  10. Meu marido é paraplégico ha mais de 20 anos (acidente de trabalho) e tem dores horriveis nas pernas. É uma dor intensa e constante... Ja tentou varios remédios, em vão! Além disso, tem duas escaras nos gluteos, dificilimas de fechar! Enfim, o problema não é só paraplegia, mas varios outros problemas que se acarretam em função desse: problema de bexiga, escaras, falta de ar, dores crônicas, etc etc etc Enfim, adorei seu blog e vou visitar com frequência, porque toda troca de informação é válida! Beijo

    ResponderExcluir
  11. Minha situação se torna muito difícil de aceitar,pois não sofri nenhum acidente,e há mais de 10 anos sofro de dor crônica.São intensas,e no corpo todo.Parece que são de origens diversas,pois sinto dor nas articulações que indicam artrite,mas e o corpo,porque dói tanto?São dores migratórias.Não há um dia sequer que não as sinta.Convivo com elas,já busquei ajuda em várias especialidades.Os remédios receitados aliviam por alguns dias,mas depois lá vem elas novamente,e com mais intensidade.A noite então,nem pensar em dormir.Varo as noites inquieta e as dores não diminuem .Lá pelas 3 da madrugada ,ainda estou lutando por um descanso.Amanheço mau humorada,e passo odia assim ,porque não descansei durante a noite.Não sei quanto tempo isso vai durar,mas sabe,ás vezes acho que nunca vão terminar..

    ResponderExcluir
  12. olá boa noite meu nome é Josue tenho 35 anos, eu sofre uma agressão por arma de fogo no pescoço em exatamente 19 de março de 2006, as vezes acho que o ser humano é muito forte apezar de parecer tão frágil digo frágil por que como que uma coisa tão pequena um projetl pode deixar uma pessoa pelo e resto da vida em uma cadeira de rodas. o meu caso perece ser tão simples por que não atingiu vertebra nenhuma não foi preciso nem fazer cirugia. porém não é simples assim lesou a medula na cervical C5-C7-C8 minha vida deu um 360° desde então jamais tive paz, dores fortissimas que acho que não vou resistir da lesão pra baixo doi tudo, agora mesmo são 23:15 hs. quase q não consigo terminar esse pequeno texto, alguem pode me ajudar com alguma dica de tratamento dessas dores? por favor eu imploro, gostaria tambem de conversar com pessoas lesado medulares quem se interessar para trocarmos experiencias o meu imail é josuealves54@hotmail.com, obrigado a todos e uma boa noite.

    ResponderExcluir
  13. Olá, eu cuido de uma pessoa tetra c4 c5 c6...
    Faz pouco mais de um ano o acidente de moto.É uma lesão incompleta.
    Já recuperado movimento dos braços,e sensibilidade em quase todo corpo, ainda não tem muito equilibrio de tronco mas mexe um pouco as pernas...
    Estas que vivem intensamente mergulhadas em "gêlo em braza" usando suas palavras... é uma queimação constante e infinita, as vezes diminui outras aumentam até pensar que vai enlouquecer...
    Logo após o acidente uns medicos vieram com um papo de dor cronica e receitaram o Oxicontin 10 mg, primo da morfina... não sentia nada, não via nada, vivia grog do tal remédio só dormia... paramos com isso!
    Hoje só toma para dor neuropática o Lyrica de 150mg 3x ao dia e fuma um baseado para relaxar... pois seu neurologista afirmou que: "pesquisas cientificas comprovam a eficácia do canabinol na dor neuropática" eu posso recomendar, não posso receitar ele disse...

    E vários cadeirantes que eu conheci que poderiam ter amenizado suas dores se tivessem tido a coragem de perguntar ao seu médico: Doutor, eu fumo um baseadinho de vez em quando, faz mal?
    E ter a felicidade de ouvir uma resposta sincera além do bem e do mal.

    Na minha experiência clinica, eu afirmo: o melhor remédio para dor neuropática é fazer alguma coisa que você gosta muito!Algo que te dê prazer, alegria e paz...

    Vamos diminuir a quantidade de remédios!! E aumentar a qualidade de vida!!!

    saúde e paz para todos!

    ResponderExcluir
  14. O que vejo ter grandes resultados tbm é a aculpuntura e massagens, de preferencia a drenagem linfática que ajuda na circulação sanguinea,drena os liquidos e dá um alivio no inchaço... ou se for o caso uma boa massagem com gelol nas pernas e deixar um pouco pra cima naqueles triangulos alivia muuuito!

    ResponderExcluir
  15. Tenho 52 anos, paraplegico hà 30 anos, sinto dores terriveis nas pernas. Não tomo remédios para dor, porque não adianta. você já ouviu aquele ditado "tudo que sobe, desce", a dor tbm. é assim, uma hora ela tem que ir embora, então desenvolvi uma técnica de relaxamento, eito de bruços e concentro, me relaxo e me entrego à dor, sem nenhuma resistência,ando com ela pela minhas pernas, é terrível, tem que ter coragem, mas pelo menos após uns 40 segundos de dor intensa, no limite, ela começa à ceder e passa, aí é duas horas de paz, totalmente sem dor. Quando a dor voltar, você refaz o procedimento, faço isto umas dez vezes ou mais por dia, já estou tão treinado que faço o relaxamento em cima da cadeira.Quem quizer saber mais,. meu email é marcaofrangoassadonabrasa@hotmail.com

    ResponderExcluir
  16. Nathalia Rezende4 de junho de 2012 14:46

    Ola pessoal sou Nathalia e sou portadora de dor neuropatica. Em 2010 eu descobri um tumor no pulma. Sofri muito fiquei muito tempo acamada tive que trata pelo SUS e demorou muito para fazer a biopsia. Todo mundo achava que era maligno ate eu tambem ja estava achando e para a surpresa de todos nao era maligno e sim benigno porem um tumor desconhecido um GANGLIONEUROMA tirei ele com 17 centimetro deu tudo certo a cirurgia.Nao fiquei com sequelas apenas fiquei com dor muita dor, os dias foi passado e a dor aumentando fui diagnosticada co DOR NEUROPATICA tomei morfina 8 meses tomei tramal,codeina,gabapentina mas nao melhorava ai passei a tomar a lirica e a metadona melhorou muito pouco tambem mais to tentando e tenho fé que tudo isso vai passar.. Eu nao trabalho e tbm nao tenho uma vida social normalmuitos amigos se afastaram e boa patre da familia tambem m as tenho uma mae e um marido incrivel peço a todos que entrem no meu e-mail e NathaliaRezende23@hotmail.com queria me comunicar com pessoas trocar esperiencia ahh tambem fiz uma comunidade COMO VIVER COM DOR NEUROPATICA espero que vcs add beijos.

    ResponderExcluir
  17. oi sam ,meu caro amigo estamos nessa juntos vai fazer 9meses q sofri um acidente de moto onde tive uma lesão na t 12 incompleta sinto muitas dores abaixo da lensão com fosse facas perfuradomeus pés e pernas,choque,fica frio ,quente isso me deixa muito triste e irratada pois me atrapalha de fazer as coisas q tanto gosto ,tenho 37anos e vejo cada dia passar mas essa dores nunca tem fim acho q não tem cura para essa dor maldita . bjs

    ResponderExcluir
  18. Ola como anda as dores de tendinite, bursite, hérnia de disco dos alunos? Vamos eliminar?

    Tendinite, Bursite, Nervo Ciático, Hérnia de disco e outras dores.
    Dos 700 mil operadores no Brasil, pelo menos 15 % estão com a doença. Os demais podem estar no grupo de risco.
    PROFISSÃO DE RISCO.
    Motorista, Faxineiro, Balconista, Escrivão, Dentista, Protético, Bancário, Caixa de supermercado, Metalúrgico, Jogador de: Futebol, Tênis, Basquete, e Atleta em Geral e outras profissões.
    A DOENÇA PROVOCA.
    Dores, dormência, formigamento nos dedos, punhos, braços, cotovelos e ombros. Esses sintomas podem ser o começo de uma LER (Lesão por Esforço Repetitivo), DORT (Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho). Essas são as definições para mais de 30 doenças ligadas as formas inadequadas de trabalhar. Entre as doenças mais conhecidas estão a Bursite (Inflamação das pequenas bolsas que ficam entre os ossos e os tendões e em articulações). Tendinite (Inflamações dos tendões) e a Tendossinovite (Inflamações do tecido que reveste os tendões).
    INFLAMAÇÃO
    A inflamação é um mecanismo de resposta do organismo á lesão tecidual, seja ela qual for a origem de agressão, (Mecânica Química ou Infecciosa). Aguda ou crônica ela depende de respostas hormonais e celulares, que senão tratada evolui para uma fase degenerativa. O processo inflamatório esta presente em uma gama de patologia, que nos molestam no dia a dia, sejam elas Agudas (Traumatismo, Cirúrgico ou Infeccioso) ou Crônicas (Artrite, Doença do colágeno e Artrose). Com a bioestimulação com o infravermelho nos tecido inflamado faz com que a célula proporciona uma diminuição de edema, liberando toxina, drenagem linfática, efeito analgésica, endorfina, enzima superóxido desmutase, controle sobre radicais superóxido, estimula a micro circulação, aumento do metabolismo celular, produzindo colágeno, elastina e divisão celular. Com isso elimina as dores, sem uso de medicamentos.
    Tudo isso sem medicamento.

    ledterapia@r7.com

    ledterapia@gmail.com

    Valdir Carvalho (tim) 48-88059746

    http://videolog.tv/ledterapia/videos/848215

    ResponderExcluir
  19. ME CHAMO LUCIANE COM LAGRIMAS DE DOR NO CORPO E NA ALMA LI TUDO E TUDO E MUITO POUCO INFELIZMENTE DO QUE TENHO PARA DIZER...TENHO FIBROMIALGIA DESDE NASCIDA ESTOU A FAZER 40 ANOS E A 16 SIGO OS TRATAMENTOS CORRETAMENTE PORQUE OS MEDICOS E O GOVERNO NAO RECONHECIAM ESTA DOENCA TAO CRUEL COMO REAL E INCAPACITANTE DEVIDO AS DORES INTENSAS. JA USEI DE TUDO MAS NADA FAZ EFEITO. TENHO DOR 24HS POR DIA TODOS OS DIAS E MINHA VIDA MUDOU TOTALMENTE. ENFRENTEI PRECONCEITOS PERDI AMIGKS MINHA FAMILIA NAO ENTENDE S SE AFASTAM DE MIM. MAS HJ CINALMENTE A DOENCA E RECONHECIDA E NOVAS PESQUISAS ESTAO SURGINDO A PASSOS DE TARTARUGA. SOU IMUNE A QUALQUER MEDICACAO E TRATAMENTO SE EU FOSSE CADEIRANTE TERIA MAIS VALOR PORQUE SO ACREDITAM NAQUILO QUE VEM. TENHO DORES CRONICAS GENERALIZADAS MINHA VIDA TODA E OUTRAS DEGENERATIVAS PORQUE MKNHA IMUNIDADE BAIXA COM OS ANOS E OUTRAS DOENCAS GRAVES SURGEM E ACABAM COM MINHA SAUDE ESTOU MUITO FRACA E MUITOS MEDICOS ME ENTREGAM A PROPRIA SORTE MUITOS DIZEM: VOCECONHECE O SEU FUTURO JA CKNVIVE COM A DOR A ANOS AGORA E SO ESPERAR INFELIZMENTE NAO PODEMOS TE AJUDAR EM OUTRAS PALAVRAS SOUUM CASO PERDIDO POIS A DEZESSEIS ANOS JA TENTEI TODOS OS MEDICAMENTOS. A DOR ME IMPEDE DE TRABALHAR MAS TENHO UMA CASA E CILHAS QUWDEPENDEM DE MIM. TRABALHO COM FORTES DORES E NO FIM DO DIA UMA EXPLOSAO DE DOR INSONIA UMA TORTURA INCALCULAVEL. TENHO UM BLOG FOI A MANEIRA QUE ACHEI DE DIVIDIR MINHA ANGUSTIA E FALOSOBRE OUTRAS DOENCAS CRONICAS E DEGENERATIVAS FALAR ALIVIA A ALMA ANTES ME SENTIS UM E.T. HJ SEI Q MUIFKS PASSAM O MESMO QUE EU ENTREM LA " FIBROMIALGIA ESTA DOR MUDA QUALQUER VIDA". EU SEI COMO SOFREMOS MAS DEVEMOS CONTINUAR...LEMBREM-SE SEMPRE CADA PESSOA TEM UM ORGANISMO QUE REAGE DIFERENTE DO OUTRO ENTAO NAO SOMOS CASOS PERDIDOS. ME DESCULPEM POR SER TAO REALISTA. MELHORAS A TODOS...

    ResponderExcluir

  20. Acho que isso pode ajudar!!!
    http://terapeutaquantico.blogspot.com.br/2010/06/supermateria-cloreto-de-magnesio.html

    ResponderExcluir

  21. Acho que isso pode ajudar!!!
    http://terapeutaquantico.blogspot.com.br/2010/06/supermateria-cloreto-de-magnesio.html

    ResponderExcluir
  22. Oi gente, que puder trocar informações comigo tbm eu agradeceria, pois fiz amizade com um cara de 28 anos e ele sente dores tbm e ele só toma dorflex - ele tentou o inflax mas nào adiantou :( e eu queria enender mais disso tudo, pra poder entender ele sabe.

    ResponderExcluir
  23. I love looking through a post that can make men and women think. Also, thanks for allowing for me to comment!کفش

    ResponderExcluir
  24. Oi boa tarde amigo Alessandro Fernandes. Meu nome é Fernanda como faço para fala com você.
    Tenho um amigo quer sofre de mas com esta dor queria muito em ajuda lo. Pois sai horrível as dores deles..... Fernandaribeiro580@gmail.com... 031995202561

    ResponderExcluir
  25. Quem for caderante aí pode pega meu número tenho um grupo só de pessoas especiais. Para troca informação e ajuda um os outro. Que quizer pode chama aí tá Fernanda 031995202561

    ResponderExcluir
  26. Quem for caderante aí pode pega meu número tenho um grupo só de pessoas especiais. Para troca informação e ajuda um os outro. Que quizer pode chama aí tá Fernanda 031995202561

    ResponderExcluir
  27. Oi boa tarde amigo Alessandro Fernandes. Meu nome é Fernanda como faço para fala com você.
    Tenho um amigo quer sofre de mas com esta dor queria muito em ajuda lo. Pois sai horrível as dores deles..... Fernandaribeiro580@gmail.com... 031995202561

    ResponderExcluir
  28. Boa noite. Sou paraplégico há 3 anos por lesão por arma de fogo em t6. Tenho dor neuropática contínua com melhora parcial com Dorene(lyrica) 150mg 02cp de 12/12h. Aprendi a conviver com isso, mas a irritabilidade é diária. Aguardo algo novo pela ciência.

    ResponderExcluir
  29. Achei maravilhoso o artigo ! gostaria de deixar a dica para os leitores de um site especialista em apoio para pés ergonômico e suporte de monitor www.apoioparapes.com.br Obrigado Sucesso a todos.

    ResponderExcluir
  30. Olá amigo, boa noite, sinto tudo o que vc descreveu, parece que vc está aqui compartilhando a minha dor, não a nada que eu faça que melhore, o que alivia um pouco e gabapentina, tbm tomo ametripitilina, mais da muito sono, mais achei muito legal vc compartilhar sua experiência com as dores, se vc tiver alguma coisa que vc faça que melhores por favor compartilhe aqui, poderá ajudar muito, minha lesão e da T6 a T10, já estou a 4 anos na cadeira de rodas, tbm não gosto de ficar reclamando, mais tem dias, que não precisa nem reclamar, pois a expressão não se pode disfarçar de tanta dor, mais vamos levando, boa noite

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...