quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Lotéricas inacessíveis


Encontrar lugares inacessíveis é uma constante na vida de um cadeirante, mas me impressiona quando vejo lugares de utilidade pública sem acesso. Não são prédios públicos, mas as lotéricas, que funcionam como franquia e são controladas pela Caixa Econômica Federal, deveriam se preocupar com o acesso, pois a cada dia agregam mais serviços disponíveis à população. Já é possível até sacar dinheiro.
Fiz alguns flagrantes de casa lotéricas em Belo Horizonte e São Paulo, e alguns são terríveis, como o da foto acima. Esta é a lotérica mais próxima à minha casa, na Rua Grão Mogol, bairro Carmo, região importantíssima de BH. A lotérica é rebaixada, e são vários degraus para chegar lá dentro. A próxima foto é de uma lotérica na Avenida Alfredo Balena, região de hospitais. Esta ainda é fácil de adaptar, é só colocar uma rampa, mas a primeira é difícil, a escadaria é grande.


Esta outra lotérica da foto abaixo fica em São Paulo, na Brigadeiro Faria Lima, já faz alguns meses. É incrível como uma instituição voltada para o povo como a CEF não faz exigências para que os donos de lotéricas adaptem seus estabelecimentos para receber a todos, já que o público alvo é o povo, teoricamente sem distinção.


4 comentários:

  1. Sam, cadê a M3?
    É amigo, se lotéricas pra fazer uma fezinha tá difícil, imagine cashs eletrônicos, moro em Pernambuco, trabalho com o Banco Real, e o acesso a cashs é terrível. Em Petrolina, onde moro, apenas um terminal na agência é mais baixo, no shopping, ficando meio pendurada e deixando quem quiser ver minha senha,é possível. Nos cachs de rua, é impossível porque cadeira de rodas não entra, um vez em Salvador, precisei confiar minha senha ao taxi, era tudo ou nada, ou ele era do bem, ou era do mal, me roubaria e talvez até me matasse, por sorte ele era do bem. Hoje eu já não arriscaria...
    Em Recife, no cash do Pão de Açúcar a tela é virada para cima, nem pendurado, nem erguendo-se nos braços da cadeira, nada torna possível utilizá-lo...

    ResponderExcluir
  2. Oi Sandra, essa foto é antiga, tirei no início do ano, não tinha ainda a M3. Realmente cash é outra luta, nunca vi um adaptado. Costumo usar estes que ficam dentro de prédios, na universidade tem um e dá pra usar bem, fica em um espaço amplo. Ou então vou ao banco mesmo, lá tem até aqueles mais baixos e acessíveis. Mas o resto...

    ResponderExcluir
  3. Caro Alessandro,parabéns pelo blog.Sou colunista do jornal O Sul da Mata,aqui de São João Nepomuceno,Zona da Mata de nossa Minas Gerais.Tive um problema com proprietário de uma lotérica de minha cidade por ter feito um comentário sobre o fato de seu estabelecimento não oferecer condições de acessibilidade.Sou cadeirante e ,por meio do jornalismo procuro defender os direitos das pessoas com deficiência na comunidade onde vivo.Meu e-mail : nilsonbaptista88@yahoo.com.br.Abraços.

    ResponderExcluir
  4. boa tarde amigos, sou dono de casa loterica em santa catarina, pois é! essa é uma exigencia da Caixa para que as lotericas se adptem, ok ate ae tudo bem, acho que nem um loterico não queira novos clientes, mas o problema que vejo não é esse!
    Na sala comecial que alugo, as mudanças sao bem complicadas tanto financeiramente, como conseguir fazer a coisa certa. As lotericas tao realmente quebradas!!! os lotericos ganham menos que seus funcionarios, é um problema que nao temos reajustes, com isso nao temos como fazer melhorias, e como meu caso o proprietario restringe as mudanças na faixada e a caixa nao me deixa mudar de ponto, pq nao tem outra sala comecial disponivel proximo ao meu ponto! ou seja, estou de mão atadas!! o que fiz foi fazer uma rampa que nem um cadeirante consegue subir, pq fico fora do angulo, mas eh o que eu pude fazer, e sei que nem um cadeirante vai poder entrar, pq nao tem como, e ja tentei mudar de lugar de sala, e fazer ate um pequeno manifesto a resposta foi que eu tinha que ficar quieto pq quem manda nisso nao sou eu;
    Por fim deixo claro que os empresarios lotericos sabem das suas dificuldades, e temos total conciencia que vemos melhorar so nao temos como!
    gostaria que vcs quando visem algo desse tipo tentasem entrar em contato com o dono da loterica, e quem sabe com uma força coletiva resolver esses assuntos, sem a loterica ser punida, e melhorando a nossa vida. pois a rampa nao serve so para cadeirantes, e sim pessoa idosas que tem dificuldades em degrais, pessoas com muletas, gravidas, enfim a rampa eh uma coisa boa! so precisamos fazer certo! mas fiz so por fazer pq estou amarado!

    espero logo poder mudar de sala, estoiu fazendo um documento junto ao ministerio publico que me permita isso, assim logo terei acesso real de cadeirantes!

    obrigado valeu pessoal =D

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...