domingo, 12 de setembro de 2010

Competição acirrada

Quanto mais eu rezo, mais assombração me aparece... Esse é meu sentimento em relação à dor. Como se não bastasse a crise de dor que tive semana passada, chegando ao ponto de conseguir dormir só três horas de quinta pra sexta. Na sexta, fui ao dentista tirar os pontos da extração do ciso. Marquei pro horário do almoço, a operação foi rápida, doeu muito pouco, e voltei pro trabalho. Mas à noite... começou a doer muito. Não fiz nada demais, comi só um pãozinho de sal no lanche, mas ficou tão dolorido a ponto de precisar colocar gelo e tomar tylex.
Consegui dormir lá pelas duas e meia, mas de manhã ainda acordei com bastante dor. Fui pra hidroginástica, o que melhorou bastante a dor no corpo, mas o ciso ainda estava bem ruim. No fim da tarde, depois de muito gelo, melhorou um pouco, e à noite, como havia combinado de jantar com uns amigos, fui pro restaurante Vila Madalena, que apesar de ter um degrau na entrada, tem uma entrada lateral com um degrau menorzinho. Pedi um escalope de filé, tiras muito macias com um risoto ao funghi. Tomamos vinho e no meio do filé o ciso voltou a doer. Não dei nenhuma mordida por cima, simplesmente começou a doer. E a doer muito. A solução foi tomar mais um tylex pra aguentar o resto da noite. Mas chegando em casa, veio a dor no corpo. Fritei na cama até o corpo melhorar e adivinha: começou a doer o ciso. Não dormi nada. Hoje no almoço, o ciso atacou de novo. A impressão que tenho é que a raiz, que não saiu, está exposta, qualquer coisa que como vai direto lá e me detona.
No fim da contas, a competição está braba: a dor nas pernas compete com a dor no ombro que compete com a dor no ciso. E quando uma fica mais forte, esqueço a outra. O problema é quando todas vem fortes de uma vez.

4 comentários:

  1. Inspirado no slogan de "no pain no gain", criei a versao "matrixiana" q diz assim: "just pain, no gain"

    ResponderExcluir
  2. Um mal comum entre os cadeirantes, as dores... Ficar muito tempo sentado, resultado muitas dores... rsrsrs Mais aprendemos a conviver com ela!!! Abraço!!!

    ResponderExcluir
  3. Bom mesmo é ir a luta com determinação.
    Abraçar a vida e viver com paixão.
    Perder com classe e viver com ousadia
    Pois o triunfo pertence a quem se atreve.
    E a vida é muito bela para ser insignificante.
    Charles Chaplin

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...