terça-feira, 2 de agosto de 2011

Voltando a pedalar de handbike

Como contei semana passada, finalmente chegou o encosto da minha handbike e pude voltar a pedalar neste fim de semana. Mas na montagem do encosto tive um probleminha: como o encosto foi alongado, a barra de ajuste de altura não passou por cima do quadro e o encosto ficou no ajuste máximo de inclinação (em destaque na foto abaixo). Tem gente que acha essas bikes muito deitadas mesmo, mas o ajuste serve para isso, aumentar ou diminuir a inclinação do encosto. Só que, ficando muito alto, impede que os braços estiquem, tornando a pedalada incômoda. A solução vai ser serrar o cano na altura que for mais confortável para mim. Vou perder o ajuste, mas vai melhorar o conforto. Se bem que é bobagem ficar alterando o encosto, basta servir bem para mim.
O encosto ficou bom para mim, mas a regulagem já era
Como eu estava na pilha, resolvi pedalar assim mesmo. E o lugar escolhido foi novamente a Pampulha, apesar da minha ideia inicial de sair de casa pedalando e conhecer a recém inaugurada ciclovia da Savassi, que começa na Avenida Professor Morais, pertinho do prédio que moro. Mas a Gi protestou dizendo que era perigoso porque teria que atravessar a Contorno, e a handbike é muito baixinha, difícil de ser vista pelos motoristas. Ela até vem com um lugar próprio para colocar uma bandeirinha, que facilita ser vista no trânsito, mas ainda não tive coragem de colocar. Acho que parece aqueles táxis de antigamente com aquelas antenas gigantes para rádio...
Mas pintou mais um motivo para ir para a Pampulha: meu amigo Fabrício estava com Habeas Corpus de liberdade provisória (a mulher viajou), e, ao contrário de mim, ele preferiu ir pedalar no fim de semana, ao invés de ir para um boteco (deu mole...). E o cara tem um óculos super bacana que filma em HD, capta áudio e ainda tem fones de ouvido para ir ouvindo um sonzinho. Chique demais. Combinamos às 10:30 do domingo e encontramos em frente ao Parque Ecológico da Pampulha. O vídeo ficou muito bacana, dá pra ver exatamente como funciona a handbike, e dá pra ter uma ideia da sensação. Confiram abaixo:
Foi muito bom voltar a pedalar, sentir o vento no rosto, ouvir o barulho da corrente e liberar endorfina no exercício (e adrenalina, no vídeo dá pra ver que quase atropelo alguns - e o Fabrício narra tudo...). Pedalei pouco menos de nove quilômetro, mas pra quem está voltando agora, até que está bom. No próximo fim de semana, se Deus quiser, tem mais!

8 comentários:

  1. pedalar é bom de mais, ainda não pude comprar a minha mais já dei umas voltinhas emprestada.

    ResponderExcluir
  2. muito legal Sam, porq vc não bota aquelas luzes que fica piscando atras da bike? o msm que os ciclistas usam nas bicicleta, já melhora a visibilidade da bike pros carros.
    Posso deixar esse link aki?
    http://www.vakinha.com.br/VaquinhaP.aspx?e=102434
    pra quem tiver interesse em ajudar, abraço!

    ResponderExcluir
  3. Muuuuito legal Sam!
    =D
    Se tivesse o botão "CURTIR" eu clicava^^

    Abração!

    ResponderExcluir
  4. Muito bacana msm! Mesmo sem o botão "curtir" eu pude curtir rsrs! No inicio vc deixou o amigo "comendo poeira". Agora, tenho que te dá uma advertência: vc está circulando em alta velocidade, não está fazendo uso de acessórios de proteção como: capacete e faixas refletivas, no trageto de ida vc o fez na contra mão, quase atropelou outros ocupantes da via, embora muitos deles tbm estavam errados, e ainda ta subindo no canteiro. Somando tudo, vc ja perderia a cnh. Mas dessa vez passa. Dá próxima vez não vai ser advertência, será suspensão de pilotar e retenção do veículo!
    Um abraço e um excelente fim de semana!
    Nilson

    ResponderExcluir
  5. Nilson, ele já teria perdido a CNH no dia 23 de julho, se tivesse blitz com bafômetro no final das tardes de sábado em BH. rs Sem querer ser chato (porém já sendo)... Mas, olha o exemplo! :)
    Super bacana o vídeo, parabéns!!! Pedalar handbike é tudo de bom!

    ResponderExcluir
  6. Pô galera, pega leve... Nilson, na ciclovia não tem mão e contra-mão, a única regra é: bicicleta pela esquerda, pedestres pela direita. E nem isso respeitam... O capacete foi vacilo mesmo, esqueci em casa, mas sempre uso.
    Quanto ao dia 23, o boteco é a três quadras de casa, e eu sei meu limite, só bebo socialmente... o problema é que sou muito social!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Parabéns aí Sam! Nem te conheço mas sou ciclista de estrada e mtb a 10 anos e nem imagino como seria ficar a sensação do vento na cara...Excelente iniciativa!
    Obs.: Use capacete.
    Outra coisa bacana é você comprar um rolo livre pra treinar em casa durante a semana, longe dos riscos das ruas. Aí no fim de semana teria mais condicionamento pra ir mais longe... e um dia ir e voltar ao Aeroporto de Confins!

    ResponderExcluir
  8. Ótimo blog Sam. Sempre que tiver um tempinho eu virei aqui dar uma lida. Mas vai uma pergunta: Por acaso você sabe se tem previsão de alguma prova de ciclismo onde nós handbikers podemos participar ai em BH? Moro em Coronel Fabriciano e tenho uma Guru. Não é de competição mas é melhor que nada. Valeu.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...