quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Neuroestimulador medular

Esquema do implante: pulsos elétricos direto na medula
Leitores do blog, vocês sabiam que sou o cadeirante mais bem humorado do mundo? Falo isto com propriedade não porque conheço todos os cadeirantes do mundo, mas devido à minha sequela mais grave da lesão medular: a dor crônica. Corrigindo, então: sou o cadeirante com dor crônica mais bem humorado do mundo. Ou melhor, sou a pessoa com dor crônica mais bem humorada. Pois é muito, muito difícil o cara manter o bom humor sentindo dores intensas todos os dias. Haja bom humor.
Mas o objetivo deste texto não é demonstrar minha modéstia, que é meu único defeito, mas sim contar-lhes e pedir opiniões sobre minha nova frente de batalha contra a dor: uma cirurgia de implante de um neuroestimulador na medula. A ideia surgiu de um dos neurocirurgiões que me acompanha, o Baroni (o outro é o Dr. Gabriel, do Sarah). Ele disse que já fez uma cirurgia dessas em uma paraplégica com sucesso, mas nunca a conheci (nem ninguém que tenha passado por esta cirurgia). Pesquisando, encontrei vários bons artigos sobre o tema, mas nada específico de um lesado medular. Portanto, se alguém sabe de um caso destes, me conta, please.
Não sei se tem gente que duvida que sinto tanta dor, pois dor é uma coisa muito subjetiva, o indivíduo pode berrar como um louco ou sofrer em silêncio. Eu escolho usar o bom humor para driblar o sofrimento. Por isso, mesmo em um dia de crise, pouca gente percebe, pois converso numa boa, faço piada, trabalho o dia inteiro, dirijo, etc. Mas quando chego em casa, deito, geralmente de bruços, e tomo um tylex, ou outro remédio forte. Mas não fico puto, nem triste, nem irritado: continuo o mesmo, vejo uma novelinha, estudo, ou, como hoje, escrevo no blog. Sim, meus caros, enquanto escrevo este texto estou sentindo dores terríveis, minhas pernas queimam como o fogo, alguns lugares latejam, meu peito dói (essa dor é a única que me preocupa mesmo) e nas costas parece que há umas cinco facas. Se mexendo.
Bem, esta é mais uma tentativa de minimizar, ou quem sabe eliminar, a dor crônica no meu corpo. Eu sempre digo que já me acostumei, mas a verdade é que é impossível se acostumar com dor todo dia. Eu, pelo menos, consigo rir dela. Antes que ela ria de mim.
Links sobre o assunto:
Dr. Eduardo Barrreto
Blog Dores Crônicas
Matéria na Época

18 comentários:

  1. San sei bem q isso, carlos tbm sofre de dores cobstantes. Ele tem uma bomba de morfina implantada, mas q ta sem uso, o medico ta querendo colocar esse estimulador, disse q tem um paciente q usa com bons resultados.

    ResponderExcluir
  2. vc talvez seja a pessoa mais bem humorada do mundo vivendo com essas dores diariamente , acho o estimulador uma boa opção e se foi indicado pelo profissional que lhe acompanha e que é de sua confiança , acredito que é valido sim , espero que dê tudo certo pra vc !!

    ResponderExcluir
  3. Amigo li com muita atenção oque vc descreveu,é exatamente como eu me sinto,eu também sinto dores contantes diariamente,faço uso do remédio tramadol não sei se vc conhece,é o único que ameniza um pouco minha dor,faz 5 anos que sofri um acidente e tive lesão medular T11,T12 e L1 uma parede desabou em minhas costas,ao contrario de vc não dirijo e quase não saio passo a maio parte do tempo deitado pois quando saio chego destruído da rua,amigo mais uma vez um abraço fique com Deus.

    ResponderExcluir
  4. Meu amigo sei muito bem o que e que vc sente minha lesao e t6 e t7 incompleta mas tenho dores diarias e constantes com muita queimaçao as costas doem e o torax queimam de dor segundo a medicina e a tal dor neuropatica realmente as pessoas nao fazem ideia do que e sentir esta tal dor quem me ver no dia -a-dia acha que estou bem de mais rsrs se enganam mas tenho que conviver com esta dor ate quando eu nao sei abraços.

    ResponderExcluir
  5. Sou cadeirante, sinto muitas dores nas pernas, e bastante compressão , a minha paraplegia é devido um tumor que lesionou minha medula, ja fui no SARA em Brasília, e aprendi o básico p/ um cadeirante.
    As minhas pernas são nomais, digo não afinaram, meu sonho e ficar em pé por um tempo, mas sabe como é aposentada não ganha o suficiente p/ estar andando muito a procura de médicos, desde que operei estou com mesmo médico.
    Gostei muito dessa matéria que vc publicou.
    Parabéns.
    Tenho tbm um blog com meus trabalhos gostaria de ter vc como seguidor.
    www.carmen.croche.blogspot.com Postagens da internet
    www.carmenscroche.blogspot.com meus trabalhos

    ResponderExcluir
  6. Espero que a cirurgia seja um sucesso. Não sei se teria o mesmo bom humor, aliás provavelmente não.
    Eu tenho minhas crises de dores na coluna que as vezes irradia para a perna. Já tomei tilex (não adiantou) e tramal (ótimo), fiquei meio que paralisada. Hoje estou melhor, mas convivo com certa dor.
    Parabéns por sua força em não desistir e se entregar. Estou na torcida.

    ResponderExcluir
  7. este tipo de procedimento e muito ,caro mais vale apena ,diminui muito as dores so tem que fazer tratamento a risca e nao abusar

    ResponderExcluir
  8. não sou cadeirante mas fiz o implante de neuroestimulador medular no dia 04\09\2013 para tratar dor cronica e to muito bem
    foi uma decisão difícil mas só quem vai receber o implante é que deve decidir
    bj

    ResponderExcluir
  9. Sofri lesão do nervo femoral que causou mononeuropatia do musculo vasto lateral, além da maldita dor neuropática, sofro há mais de 6 anos, tomo remédios que amenizam um pouco a dor, tento manter o bom humor mas não é fácil, estou pensando em fazer o implante, mas sinceramente, estou com medo, principalmente da coisa não funcionar. Já passei pelas mãos de muitos médicos e técnicas, todas infrutíferas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ESTOU PARA FAZER O IMPLANTE,TBM ESTOU INDECISO,E VC RESOVEL FAZER O IMPLANTE?

      Excluir
  10. Boa Tarde Pessoal,

    Alguém usa ou conhece algum usuário de NEUROESTIMULADOR para coluna? Um NEUROESTIMULADOR é um dispositivo cirurgicamente implantável na coluna vertebral que emite sinais elétricos, os quais fornecem alívio da dor (modificando) as mensagens de dor antes que elas atinjam o cérebro. Estou procurando informação e depoimentos sobre a funcionalidade e resultados para uma pessoa que vai usar este aparelho.
    Quem tiver algum conhecido que saiba ou use o aparelho por favor me avise. É IMPORTANTE.

    Muito Obrigada desde já.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu, Alessandro, dono do blog, utilizo o neuroestimulador desde 2011 para controle da dor. Comigo não funcionou bem. No início até ajudava um pouco, mas hoje não faz a menor diferença. Minha dor é crônica e tem aumentado com o tempo, já sugeriram reposicionar o aparelho, mas confesso que estou desanimado com ele. Penso até em retirar, só que é outra cirurgia, dá preguiça.

      Excluir
    2. ALESSANDRO,TENHO DOR NEUROPATICA ,TIVE ACIDENTE DE MOTO A 25 ANOS,MEU MEDICO DA DOR ME INDICOU IMPLANTAR O NEUROESTIMULADOR,A SUA DOR É DEVIDO A QUE,A MINHA FOI A ROPIMENTO DO NERVO CIATICO A ALTURA DA BACIA,MINHA DOR É SOMENTE NA PANTURRILHA,E O MEDICO DISSE QUE É O MELHOR CASA PARA O IMPLANTE,ESTOU INDECISSO.

      Excluir
    3. Jeferson, muita gente já teve resultado positivo, mas infelizmente para mim não ajudou.

      Excluir
    4. Bom dia pessoal.
      Também fiz o implante do neuroestimulador medular para ver se conseguiria diminuir as dores cronicas pos artrodese. Mas nada adiantou faço uso do medicamento oxycontin e tramal.
      A cirurgia é muito rápida num dia vc esta com o neuroestimulador teste e no outro sem mais delongas dependendo da resposta ja te implantam e mandam para casa. Para mim depois de 4 semanas mesmo fazendo os ajustes nada adiantaram.
      Também me arrependo de ter implantado, ainda sinto dores ciaticas, dormência na perna esquerda fora as fortes dores que tenho que suportar após ter que fazer no dia a dia. Não se iludão com a tal promessa de cura, pois isso é somente um paleativo de curto prazo que duram somente minutos.

      Excluir
  11. Estou para fazer este implante, também gostaria de saber sobre o a efecácia do tratamento, e quais as recomendações, quanto a alimentação, rotina, vida sexual, etc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quanto a recomendações so te dizem q vc tem q tomar cuidado com movimentos bruscos, levantar peso, alimentação tem q procurar um endócrinologista e um nutricionista q vão te passar im sermão do q vc vai ter q fazer. DIETA dependendo do caso. Não poderá nunca mais na sua vida fazer certo tipos de exames passar em detectores de aeroportos e bancos ou mesmo perto de fontes magnéticas. De início vc não vai conseguir fazer muita coisa pois o implante pode sair do lugar e td mais. Fora a dor e o
      desconforto do aparelho implantado.
      Tem q se pensar muito antes de fazer a cirurgia pois há muita gente como eu que por exemplo não surtiu efeito.
      É preferível tomar remédio e fazer fisioterapia, o q for, do q fazer a cirurgia.

      Excluir
  12. Coisas que so dizem depois q vc implantou. As pessoas tem que ter ciência do que é o neuroestimulador medular.
    Que o simples fato de ter sido implantado se algum dia na sua vida for precisar de um colocar um marcapasso no coração vc terá q escolher entre ficar com a dor ou morrer de dor. Pois so explicaram para mim isso depois de implantado. Disseram que não pode haver os dois aparelhos implantados (neuroestimulador medular e marcapasso do coração) pois podem haver interferências entre os aparelhos.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...