quinta-feira, 21 de junho de 2012

Pielonefrite

Acontece quando as bactérias sobem para os rins
Já falei muito sobre os perigos da infecção urinária e as formas de evitar, mas não tinha abordado ainda o perigo maior da infecção: a pielonefrite. "A pielonefrite é uma infecção do trato urinário ascendente que atingiu a "pielo" (pelve) do rim. Afeta quase todas as estruturas do rim, incluindo túbulos, sistema recolector e interstício. Só o glomérulo é exceção, pelo menos até uma fase avançada." Esta é a definição do Wikipédia. Mas a minha definição é aarrghhhh, hmmmmm, aiaiaiaiai, aghhhhhh.... Passei por isso no início do mês e foi tão complicado que me rendeu uma semana de hospital e antibiótico na veia.
Começou como toda infecção urinária: dores no corpo, urina alterada e febre. Como já conheço o quadro, quando a febre bateu forte na madrugada de quarta para quinta eu entrei no antibiótico. Sempre tenho pelo menos uma cartela em casa por precaução, quando os sintomas aparecem eu começo a tomar, e geralmente no segundo dia já estou bem. Só que essa prática não é recomendável, a auto medicação é um perigo, tanto que quase me complicou ainda mais a vida. Quando cheguei ao hospital, o médico que me atendeu deu uma bronca porque eu já havia tomado antibiótico, disse que isso poderia prejudicar o resultado do exame de urina. Felizmente (ou não) o exame acusou a infecção por bactérias, mesmo com o efeito do remédio que tomei antes. O médico me mandou então direto para a enfermaria para tomar alguns litros de remédios na veia (tá, litros é um pouquinho de exagero).
Será que dá para colocar uma placa "proibido bactérias"?
Fiquei mal pra caramba, aquela enfermaria lotada e movimentada, e ao fim do dia descobri que não havia quarto disponível, mesmo coberto pelo plano de saúde. Pedi para olharem em outros hospitais, mas estava tudo lotado. Enfim, já que não tinha jeito, passei a noite na enfermaria. Pelo menos me colocaram em um canto que podia apagar as luzes, mas mesmo assim foi difícil conseguir dormir, com as dores que estava sentindo e a movimentação da enfermaria. No dia seguinte, ainda passei o dia todo lá, só à noite conseguiram finalmente um quarto. Lá, minha aflita namorada poderia dormir comigo, naquele sofá que vira cama super confortável (!).
No quarto a história foi outra, o atendimento das enfermeiras é muito mais atenciosos e dei muita sorte com a médica: doutora Juliana foi a profissional mais atenciosa e dedicada que me atendeu naquele hospital, ela fez todo o possível para que eu melhorasse rapidamente, solicitando os exames mais importantes e trocou o antibiótico, o que resultou numa melhora mais rápida. Um exame que não pode ficar de fora depois de um quadro destes é o ultrassom abdominal total, que identifica possíveis danos aos rins. No meu caso, felizmente não houve nada demais.
Para saber se estamos a caminho desta doença de nome tão singelo, relacionei aqui os sintomas típicos da pielonefrite: febre, dor lombar, náuseas e vômitos. O problema para quem tem lesão medular é que a parte da dor lombar é pouco (ou nada) sentida. Por isso devemos nos atentar aos outros sintomas. Se chegar a sentir dor lombar, é que a coisa está muito feia. Outro sinal comum é a presença de sangue na urina (hematúria), que se apresenta normalmente como uma urina cor de Coca-Cola. Por isso que agora eu só tomo Pepsi...

14 comentários:

  1. Sei exatamente o que passou, é F***! Sua definição é perfeita, eu apenas acrescentaria alguns palavrões. Mas, não vem ao caso, até pq acho que já está subentendido. rsrs Passei uma temporada no hospital com direito a semi-intensiva por causa de uma brincadeirinha dessas. Só mesmo com muito bom humor pra passar por essas zicas que a gente enfrenta. hebe
    Beijo,
    Luciana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corrigindo: "hehe"...rs

      Luciana

      Excluir
    2. Pois é Luciana, meu perrengue foi bravo também, com certeza os palavrões fizeram parte do processo rsrs. Espero não cair numa dessas de novo. Ah, uma forma de evitar, tomar macrodantina todo dia.

      Excluir
    3. Pois é Luciana, meu perrengue foi bravo também, com certeza os palavrões fizeram parte do processo rsrs. Espero não cair numa dessas de novo. Ah, uma forma de evitar, tomar macrodantina todo dia.

      Excluir
  2. Olá Sam, adoro o seu blog está entre meus favoritos com certeza, mais vamos ao assunto do post, já tive isso a uns 3 anos atras, e quase parte pro andar de cima ou de baixo....rsrrsrs...não percebi os sintomas e no meio da noite tive uma convulsão por causa da febre, não gosto nem de lembrar.....abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Vanessa. Seu caso foi terrível heim? Que sufoco. Temos que ficar atentos ao menor sinal e correr para o hospital. Bjos

      Excluir
  3. Oi Sam, muito bem explicado.
    Quanto tempo leva para os rins voltarem ao trabalho normal?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Gregori. O ultrassom que vai dizer o tamanho do estrago e o tempo de recuperação, mas pelo que entendi leva em media uma semana. Abraços

      Excluir
  4. Pessoal, eu faço cateterismo 4 vezes ao dia teve uma faze que eu tive infecção urinaria com frequência, gosto de tomar uma no final de semana então estava me descuidando....tomei vergonha na cara (mas continuo quebrando uma) e agora estou a 1 e meio sem infecção. Mas dessas q vai para os rins graças a Deus não tive não.
    abraço a todos.

    ResponderExcluir
  5. Sam, bom dia! Eu tô com muita dor na uretra, não é primeira vez, mas a urina tá normal e já fiz o exame: não estou com infecção. Por que será isso? *Doi muito na hora do cat.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Liliane, acho que a dor é devido à constante passagem da sonda. Eu também sinto isso de vez em quando, o que faço é passar bastante xilocaína na sonda antes de penetrar. Pode ajudar. Eu tenho também um estreitamento de uretra, isso demanda mais cuidado ao passar a sonda.
      Abraços

      Excluir
  6. Estou com todos esses sintomas..dor lombar aguda nauseas vomitos..aparentemente achava quebstava com pedra nos rins..mas to vendo queo caso eh mais gracebdo que se pensa.. Eu amamrnto e ae vai complicar mais ainda a situacao... Tenho quase certeza de estar com pielonefrite mesmo.. Quantos dias sera que me recupero depois que começar o tratamento? Abç

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com o antibiótico certo, a recuperação é rápida, em uma semana você estará bem.

      Excluir
  7. Ola um membro da minha família caiu de uma arvore e fraturou T8t9 ele tem se queixado q quando senta sente uma pressão no quadril como se um sinto o apertasse alguém pode me ajudar c alguma informação?

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...