quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Formigando

Alguém já viu o filme B "O Ataque das Formigas"? Ultimamente tenho me sentido dentro daquele filme. Já tem um bom tempo que eu sinto formigamento nas pernas, mas está aumentando drasticamente. Sempre que falo isso as pessoas dizem "que bom, é sinal de recuperação". Não sei se realmente é, mas sem dúvida minha sensibilidade está aumentando. Sinto a panturrilha, coxas e até os pés. Às vezes fica tão forte que os pés latejam.
Outro dia li um artigo sobre uma para-ciclista que estava treinando para as para-olimpíadas e sofreu um acidente. Depois disso, começou a sentir formigamento nas pernas, depois veio a sensibilidade e recuperou os movimentos. Hoje já está andando, mas disse que foi uma pena não poder participar do evento, pois estava treinando forte e tinha chances de medalha.
O problema do formigamento, é que ele se junta à dor crônica e vira queimação. Então fica tudo uma bagunça, dor, formigamento, queimação, e o resultado é que tem noite que não consigo dormir. Nem com Tylex, pois ele melhora a dor, mas não tem efeito sobre o formigamento. Bem, se for para evoluir de alguma forma, mesmo que seja só sensibilidade, então essas noites sem sono terão valido a pena. Pelo menos eu não trabalho de manhã mais, só de tarde, e acabo passando as manhãs dormindo.
O que eu queria saber é se isso é normal, se outros lesados medulares sentem tanto formigamento assim. E se incomoda tanto quanto no meu caso.

28 comentários:

  1. Sou C5/C6 incompleta desde de 2005, tenho essas sensações até hoje, queimação misturado com formigamento. Antes eu tomava gabapentina, depois aprendi a viver com isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi André, já tomei gabapentina também, mas não fez muito efeito na época. Eu também estou me acostumando, mas tem dia que é dose...

      Excluir
  2. Sam, segundo um neurologista me falou essas sensações são frequentes em mais de 80% dos lesados, tenho uma particularidade minha perna esquerda esta sempre bem quente e a direita sempre bem fria.
    Minha lesão é completa, e o neurologista disse que ainda não se sabe como e porque ocorre essas queimações e formigamentos se não há passagem de informação do cerebro para as areas abaixo da lesão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gregori, eu sinto muitas alterações de temperatura, mas parece que é por dentro, como a queimação, mas por fora não há diferença. Cara, tem tanta coisa que esses médicos não explicam... felizmente a gente consegue dosar o que deve e o que não deve acreditar!

      Excluir
  3. Sam acredito que você esteja tendo Dor Neuropática,
    não sei ao certo, mas uma vez perguntei para a minha terapeuta ocupacional, disse que tinha essa sensação de queimação nas pernas e nas nádegas e um pouco nas costas, perguntando a ela ela me disse que poderia ser isso e que se incomodasse demais poderia tomar remédio que não me lembro pois apenas incomodava não era dor, apenas incomodo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernando, já ouvi isso também, mas as minhas dores não são só neuropáticas, como me explicou um médico do Sarah, já que tive muita recuperação de sensibilidade. Meu caso é de queimação muito intensa, quase insuportável, misturada com formigamento. Acho que vou voltar a tomar remédios...

      Excluir
  4. tbm tenho muito formigamento, é o que mais me pertuba, pois é 24 horas com essa sensação,fico me lembrando de antes qd dormia em cima de um braço sentia aquela dor porem era só mexer um pouquinho e passava , agora não, fico sempre esperando a passar essa sensação e nada, meu médico diz que é bom sinal, de recuperação e que melhor do que remédio para combater esse formigamento são os exercicios... então fico que nem vc se for um bom sinal que.. vale a pena .. pelo menos sentir...

    ResponderExcluir
  5. Ola Alessandro, tenho problema parecido, tem dia que parece que corri uma maratona de tanto que as pernas doem principalmente nas coxas, e aquela sensação de ardência nos pés que piora muito quanto o tempo esta quente, tenho também uma dor no pulso que não para por nada. Faço tratamento no Sarah de BH, medicação nenhuma deu jeito então o jeito é conviver com estes incômodos. Sou tetra c5c6 lesão completa.

    ResponderExcluir
  6. amigo eu sinto esse formigamento, e ja 3 vezes nesses ultimos dias eu por alguns instantes senti minhas pernas, meu celebro recolhecia elas ate sentei na cama com uma senta facilidade, mas todas as veses passou, vou ao neuro... para tirar minhas duvidas que agoras mais que nunca sao muitas, pois como voce disse nem tudo e como e esposto a nois, os medicos disseram que eu nao poderia nem senta, e hoje ando ate de moto "claro adaptada" mas ando ja viajei mais de 300 km com ela, ou seja nem tudo que nos falam e exatamente assim, porque sao tao crueis as vezes e alguns ñ sei so sei que nem tudo eh como eh dito

    ResponderExcluir
  7. Eu sinto formigamento as vezes, varia muito de como foi meu dia... muito calor, sapato apertado, etc... tem outra coisa que me deixa quase maluco, quando eu passo a mão na minha costela eu sinto como se estivesse passando a mão na minha perna abaixo do joelho é muito loco isso kkkk mas tem vezes que sinto muito desconforte no pé fica dificil dormi.

    ResponderExcluir
  8. eu sinto formigamentoo dia todo há 13 anos. Não accho que seja sinal de melhora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Naná, eu também sinto há muito tempo, mas no meu caso tem melhorado a sensibilidade e até alguma resposta motora. Só de sentir mais já é um avanço. Bjos

      Excluir
  9. E ai Sam,

    Este formigamento, com dor, espasmos, eu sinto a 7 anos, tem dia que parece que tomei uma martelada no dedão, outros dias parece que está enfiando algo nos pés. Com este tempo mais frio a dor fica mais intensa com o calor a dor fica menor mais a dor persiste, sinto este formigamento 24 horas por dia, quando faço exercícios o formigamento quase desaparece, quando ficou muito tempo parado sentado o formigamento vem intenso.
    O interessante que com a minha cadeira M3 nova os formigamentos existe só que menos intenso do que a cadeira básica.

    Acredito que isso é por causa do pouco movimento que temos nas pernas e a panturrilha não consegue exercer sua função de bombeamento do sangue, além da posição que sentamos e o tempo que ficamos na mesma posição.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Eddie, com essas mudanças de tempo de BH a dor e os espasmos aumentam. Mas de um tempo para cá a coisa tem piorado, os formigamentos estão muito mais intensos. Deve ter relação com a circulação mesmo, pois quando me deito tudo diminui.
      Abraços e parabéns pela cadeira nova!

      Excluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. pessoal, desculpe eu nao tinha lido direito o pst de vcs, pois cada cso e um caso eu nao quero tirar a esperança de ninguem...o meu acidente e diferente do que vcs tiveram o meu foi um tiro na c7, poriço eu nao sinto nada da cintura pra baixo ok obg.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Almir, cada um tem uma reação, e cada lesão tem suas características. Geralmente lesão completa a sensibilidade é menor, mas mesmo assim já vi gente que tem. Abraços

      Excluir
  12. Sou cadeirante em decorrência de uma doença, ADEM (sigla em inglês para Encefalomielite disseminada aguda, tive uma recuperação enorme! Não mexia o braço esquerdo, mal falava, mas hoje tudo normal. Consigo ficar em pé, mas não trocar passos se apoio. Se falando em sensibilidade, creio que a possuo em uns 95%, uma vez que em algumas partes do corpo sinto como se tivessem me tocando mas muito fraco, mas isso em pequenas regiões mesmo. Mas esse bendito formigamento é uma realidade que mais me perturba, além de, às vezes, parecer que meu pé está em chamas, queimando mesmo, mas sem nada aparente. Tá certo que moro em Cuiabá, cidade que 39 graus, e acima, é a coisa mais fácil de se ver, mas incomoda muuuuuuuuito! Abraços!

    ResponderExcluir
  13. meu marido tambem e cadeirante,ele sente as pernas formigar,e sente dor nos pes.mas ele sabe destinguir ate ne qual dedo que ta doendo!sera que isso e bom ou nao faz diferenca?...

    ResponderExcluir
  14. oi gostaria se aguei ja esteve com esse plobrema eu fis duas pontes de safena agora depois diso sinto muitas dores nas pernas nao consigo andar direito em subidas tenho que parar estou tomando pentoxifilina mas parese que nao rezouve nada sera que vai piorar

    ResponderExcluir
  15. Ola eu tenha 17 anos, eu levei um tiro na coluna e fiquei paraplegico, eu num entendo muito dessas coisas mais minha lesão eu acho que foi L1, cara eu sinto muitas dores nas pernas ja tem 8 meses que aconteceu esse acidente comigo, e eu agora estou consutando com um especialista em dores e ele tem passado um monte de remedio pra mim e ele disse que se as dores nao passar ele vai colocar um marca passo na minha coluna que vai aliviar as dores.

    Eu queria saber se alguem ae sabe ou ja ouviu falar desse 'marca passo na coluna'. ' !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabrício, eu tenho um neuroestimulador medular implantado nas costas, ele alivia parcialmente as dores, mas meu caso é de dor crônica, muito difícil de resolver. Pode ser que em seu caso dê certo, vale a pena tentar.

      Excluir
  16. ola sou cadeirante a 2 anos e 6 messes sempre senti queimaçao e formigaçao da cirugia ate nos pes, mas a uns 4 dias comecei sentir uma queimaçao no pénis, esse foi o pior fico impaciente nao sei mas o que fezer se alguem ja passou por isso me ajuda ai

    ResponderExcluir
  17. Sofri uma queda a cinco anos, tenho todos esses sintomas de que estão comentando. Se o tempo esquenta a perna esfria, e vice-versa. Minha lesão é T5, T6. Tomo baclofeno e gabapentina como paleativos, entretanto o que ajuda mesmo são os exercícios. Se alguém puder, gostaria de saber mais sobre o Neuroestimulador.

    ResponderExcluir
  18. O mais importante é não deixae que te incapacitem. Sei que é difícil, mas lutem por isso.

    ResponderExcluir
  19. Tenho dor crônica e neuropática onde envolve nervos, medula, cerebro e musculos. Tenho hernias de disco da L2 a S1 2 tenho todos esses sintomas de queimção e formigamento na perna direta e glúteo. Faço tratamento a 3 anos com médico excepcional de Brasilia e nenhum tratamento foi eficaz até partir para o uso do marcapasso medular (neuroestimulador). Fiz cirurgiaà 15 dias e ainda estou em fase de adaptação aos programas do aparelho da marca Medtronic. Eu muito confiante e melhorando muito. Se alguem quiser tenho o tel do neurocirurgião funcional. Ele só atende quando nenhum outro neuro conseguiu corrigir. Eu recomendo muito. Pesquisem sobre ele na net. DR. Luiz Claudio Modesto Pereira - Neurocirurgião Funcional. Eu moro na Bahia e a 3 anos falo tratamento no DF. Espero ter ajudado. Estou a disposição.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Renata, eu também implantei um neuroestimulador, mas em mim não fez tanto efeito, recentemente estou reprogramando com um médico que me acompanha, vamos ver se agora dá certo. Obrigado!

      Excluir
  20. Rosely Cabizuca 24/11/2013

    Olá, tenho 60 anos, sou mineira de São Lourenço
    Também tenho dor neuropática.
    Minhas dores foram consideradas nivel 8 (numa escala de 0 a 10)
    Fiz um tratamento a base de opióides e adjuvantes, com uma especialista em dor, em São Paulo. As dores melhoraram muito.
    Durante um período de uns 4 meses me senti muito bem.
    Do nivel 8 passei para nivel 4
    Infeizmente as dores voltaram. Agora a opção parece ser o implante.
    Gostaria de saber com a Renata, como ela esta se sentindo agora, quase 5 meses depois da realização do implante.
    Obrigada e aguardo sua resposta o mais rapido possivel.
    Abraços,
    Rose Cabizuca
    Se puder enviar mais detalhes, esse é meu email - rcabizuca@yahoo.com.br

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...