segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Mobility & Show Minas 2018

Entrada da feira. Fizeram questão de não deixar dúvida sobre a entrada...
Nos dias 23, 24 e 25 de novembro aconteceu no Minas Shopping, em Belo Horizonte, a Mobility & Show, feira de Exposição de Automóveis, Veículos e Adaptações, Equipamentos e Serviços para Pessoas com Deficiência e Familiares. Como a Reatech tem deixado de acontecer nos últimos anos, essa feira foi uma alegria para quem gosta de acompanhar as novidades em cadeiras, veículos e acessórios para pessoas com deficiência.
Cadeira de titânio e a diferentona Unilock, ambas da Smart
Não é a primeira vez que a feira vem a Minas, porém no passado ela aconteceu no Expominas, lugar bem mais adequado do que o escolhido para este ano, uma parte do estacionamento do Minas Shopping. Achei o lugar meio apertado, por várias vezes tive que desviar de outras cadeiras de rodas. E os stands das montadoras, então, só comportavam dois ou três cadeirantes por vez. Apesar disso, é muito bom ver que Minas Gerais ainda é interessante para acontecer este tipo de evento, nós somos um enorme mercado consumidor, ávido por novidades e temos muito o que acrescentar para estas empresas que buscam atender pessoas com deficiência. Nestas feiras podemos trocar ideia com lojas e fábricas, e também com outras pessoas nas mesmas condições. As palestras que ocorrem durante o evento são mais uma oportunidade de colocar em prática estas discussões.
Experimentei a cadeira de fibra de carbono Carbonmax, da italiana ProGeo
Na feira deste ano gostei de ver produtos de ponta como cadeiras de fibra de carbono e titânio, equipamentos voltados para cegos e surdos, e pessoas com mobilidade muito comprometida, como os teclados da Rede Mineira de Tecnologia Assistiva, que facilitam a utilização de equipamentos eletrônicos. Haviam também muitos veículos adaptados para transporte de pessoas com deficiência, três deles modelos Spin da Chevrolet com abertura e rampa na traseira, e um Ecosport que permite que o cadeirante entre por trás e dirija sem sair da própria cadeira. A limitação destes veículos é a altura do teto, que inviabiliza que pessoas mais altas os utilizem. Frisei isso com os expositores, que disseram buscar uma alternativa para resolver este problema. Vamos esperar.
Entre os veículos da feira havia até o híbrido Prius, da Toyota. O porta malas não ajuda muito...
Gostei muito de ver iniciativas voltadas para inclusão da criança com deficiência, como o balanço inclusivo, que permite ao cadeirante subir nele e se divertir com o ir e vir da estrutura. Aliás, a proposta do balanço não é atender somente a crianças, mas também às "crescidinhas" como eu! Devia ser incluído em parques públicos, fica a dica para governantes que queiram fazer de suas cidades mais inclusivas.
O balanço inclusivo, que permite ao cadeirante balançar, balançar... e se divertir!
O balanço geral do que vi foi positivo, senti falta de algumas lojas, marcas e produtos, mas como o espaço era limitado não poderia ser diferente - espero que seja somente este o limitador, pois importância, o evento teve. Confiram abaixo os vídeos que fiz sobre o evento, para terem um ideia do que foi este belo evento. Que venham mais!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...