domingo, 19 de dezembro de 2010

Bomba

Estive no neurocirurgião que me acompanha há um mês e diante das minhas queixas de dor crônica ele passou um remédio pra dor que é "primo da morfina": o jurnista, ou cloridato de hidromorfona. Ele de cara avisou que só posso tomar um por semana, pois o remédio é forte e causa dependência. E dá "barato", ainda mais se misturado com álcool (confesso que deu vontade de tentar... rsrs).
Logo na primeira semana precisei tomar, na sexta feira. Ainda bem que tomei na sexta, pois não contava com um efeito colateral tão violento: o remédio deixa a gente mole, sem ânimo pra nada. Parecia que eu tinha tomado uma surra de uns cinco depois de correr uma maratona. Fiquei o sábado inteiro lesado, deitado e com sono. Ainda bem que não tinha que trabalhar, senão não ia dar conta. Mas a dor diminuiu bastante, resolveu mesmo.
Mas eis que quarta feira passada tive outra crise de dor, muito forte. Tomei um Tilex, que não fez nem cosquinha e não consegui dormir. Na quinta não dei conta de trabalhar, a crise continuava e resolvi tomar mais um jurnista logo cedo. Mas desta vez o efeito foi muito pequeno, continuei sentindo muita dor e fui parar no hospital de tarde. Felizmente consegui consultar com meu neurocirurgião, que me internou e mandou Tramal e outro remédio na veia, desta vez com efeito. E ele me deu uma sugestão para acabar com a dor por um tempo, um procedimento cirúrgico para injetar anestésico direto na região da medula aliado a outro que queima algumas terminações nevosas responsáveis pela dor na região lombar. Confesso que fiquei cabreiro com essa segunda parte de queimar nervos, mas perguntei no Sarah e o Dr. Gabriel (médico da dor de lá) disse que é um procedimento normal, que fazem muito por lá. Alguém já fez algum desses procedimentos? Recomenda?
UPDATE: resolvi fazer essa cirurgia, não aguento mais sentir dor, e nos últimos dias as crises pioraram. Semana que vem entro na faca...

4 comentários:

  1. Oi Sam!! Tenho uma prima com 37 anos que descobriu uma doença dessas degenerativas no braço, não lembro bem o nome da doença, sei que ela ia perdendo músculo e junto com a perda, dores terríveis, ela mpra no Rio e recentemente fez um procedimento com dr. Deusdeth chefão da ABBR, na cirurgia ela colocou uns eletrodos e de tempos em tempos ela mesmo se conecta na tomada, pra soltar mini descargas elétricas pra aliviar as dores terríveis que ela sentia.
    Ela tem uns seis meses de operada e não se arrepende.As dores sumiram, a doença infelizmente não há tratamento, mas só o fato da dor ter sumido, ela já tá nas nuvens.
    Beijos
    Tania, Milton & Ana Sofia, ex-Tanyellen

    ResponderExcluir
  2. my god

    a coisa ta braba por ai, heinnn

    eu tenho dores na coluna tbm,
    fiz tomo e to pra voltar no neuro (logista)

    mas a minha dor nao ta tao forte assim, 20 gotas de dipirona na ajudam :)

    mais incomodam

    vamus ver o q ele fala da minha

    inte :)

    ResponderExcluir
  3. meu medico ja me indicou o procedimento, existe esse que injeta analgésico opióide na medula e outro que funciona com eletrodos, ele me disse que esse aparelho custa cerca de 50 mil reais... eu tomo morfina diáriamente ha 6 anos, tomo 720mg de morfina por dia mais fentanyl(que é 100 vezes mais forte que a morfina), além de vários ourtos.
    Fiquei com um pouco de medo da cirurgia pois ouvi falar de pessoas que tiveram paralisias...

    Boa sorte

    Raphael

    ResponderExcluir
  4. costarosangela@hotmail.com27 de março de 2012 19:04

    Oi,tenho,tenho quase o mesmo problema que vc,tenho dor cronica na coluna.a 4anos.tomei de tudo que vc pode imaginar para dor.e nada dava certo.Atè que me caminhada para equipe da neurocirurgia a principio foi a colocação se eletrodos,mais a equipe de neuro que cuida hoje de mim,não aceitaram e sugeriram a colocação de uma bomba de morfina.Está bomba è um tratamento paliativo para termos uma qualidade de vida melhor,vai fazer 1 mês e 20 dias que estou com ela,e ainda tenho dores,não fortes como eram mais tenho.Espero melhorar,vou começar agora o tratamento de fisioterapia e depois exercicios na agúa.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...