terça-feira, 14 de junho de 2011

Como a cadeira trata sua coluna?

Essa foi a pergunta que martelou na minha cabeça desde que virei cadeirante. Eu já tinha alguns probleminhas de coluna antes do acidente, devido à minha altura e prática constante de esportes - uma lordose e uma escoliose - ou seja, minha coluna já era em forma de "S" (deve ser de Sam). Aí fiquei paraplégico e desde a primeira cadeira de rodas que sentei imaginei como minha lombar iria reclamar. Mas como eu não tinha sensibilidade nenhuma, ela ficou quieta. Mas sofrendo.
Cadeira em X cede o encosto
Depois de um tempo fui recuperando a sensibilidade e comecei a sentir a coluna lombar dando umas pontadas. Eram dores frequentes e as pontadas vinham quando me transferia ou movimentava bruscamente. Tanto incomodaram que fui a um ortopedista, e no raio X não deu outra: lordose e escoliose (e outra "ose" que não me lembro). Bem mais graves do que tinha antes da cadeira.
O problema da minha primeira cadeira era o encosto maleável, já que era uma Aktiva, que dobra em "X". Esses encostos sempre cedem com o uso, ainda mais se o cara for pesado, e quando percebemos nossas costas estão envergadas. Além disso o assento mais alto e macio também cede e novamente a coluna fica "empenada". Ainda mais eu, que já me sentava com postura errada, ia entortando as costas, e a cadeira piorou a situação.
Agora com uma cadeira monobloco, outra situação: se por um lado o encosto rígido resolveu o problema de envergar a parte de cima da coluna, por outro a posição que o "pano de bunda" me obrigava a ficar mantinha a curvatura da lombar. Chamo de pano de bunda aquele que liga o assento ao encosto por velcros, e que na verdade é o que tampa nossa bunda (e o cofrinho, que é o mais importante). O que acontece é que ele acaba empurrando a bunda pra frente, e não deixa ela encaixada, como é recomendado numa boa postura. Nesse caso, a coluna lombar fica sendo constantemente forçada para a frente. E minhas dores pioraram por isso.
"Pano de bunda" já modificado para ficar mais baixo
Quando estive na casa do Alfredo, do Scooter Vita, ele me perguntou porque eu tinha uma postura mais ereta do que ele na cadeira, já que usa o mesmo modelo. Aí que entra minha solução "Tabajara" para o pano de bunda: colei uma extensão do velcro no encosto, o que me permite colocar o pano mais para baixo, e consigo assim encaixar a bunda e manter as costas mais retas. Depois disso, melhorou muito minha dor na lombar.
É só colar um pedaço de velcro para melhorar a posição
E a dica é essa: perceba mais sua postura, procure ficar mais ereto. Sentado na cadeira ou fora dela. E cuidado com o pano de bunda!

3 comentários:

  1. Cara, simplesmente sensacional seu blog!! parabêns e muita força ae!!

    ResponderExcluir
  2. Parabens pelo blog estar fazendo o que os governos nao fazem nos prestando informaçoes sobre lesao medular valeu abraço

    ResponderExcluir
  3. A pior das coisa e saber que não temos ninguem olhando por nós deficientes fisicos no plenario, E vc meu camarada e mais um das nossas somas que faz a diferença, sou presidente da associação nos Portadores de Nessecidade Especiais em Redenção-PA.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...