sábado, 31 de maio de 2014

Test Drives em carros - e ônibus - adaptados

Test drives adaptado, só em evento
Sim minha gente, a única coisa que valeu mesmo a pena na Reatech deste ano foram os test drives. Fiz quatro, em carros de várias marcas, sendo um deles em um ônibus automático adaptado! Muito legal a experiência de dirigir um veículo tão grande adaptado. É um pouco complicado transferir para o banco do motorista, pois não dá para chegar perto com a cadeira. Mas a direção é macia, fácil de tocar e manobrar, apesar do tamanho do bichão. Achei bem interessante guiar aquele monstro, muito legal ver no retrovisor tanto "carro" para trás. E ainda tem uma vantagem: se eu perder o emprego, já tenho outra opção! Vou virar motorista de buzão!
O primeiro test drive em carro foi no novo Fiat Linea, que está mais bonito, moderno e ainda caiu de preço. O carro vem com botões no volante desde a versão de entrada, o que é importante para cadeirantes, e ainda ar condicionado, som com USB e piloto automático. Ele estava equipado com o comando manual F1 Evo da Guidosimplex, uma adaptação diferente das normais, ela não fica próxima ao volante, mas sim ao lado do câmbio, presa ao chão do carro. Ela tem algumas vantagens em relação às adaptações de volante, que percebo: não é necessário ficar com o braço elevado, portanto cansa menos; fica próxima à marcha, o que facilita em carros manuais adaptados ou para eventuais trocas em automatizados, e ainda funciona como freio de mão e tem um botão para a buzina. Gostei do carro e da adaptação, o Linea tem excelente espaço interno e porta malas, e a adaptação é bem fácil de tocar e precisa. Com câmbio Dualogic e já as isenções, ele sai por menos de quarenta e cinco mil reais. Ótimo custo x benefício.
O segundo test drive foi no novo Focus, um carro que cogito muito adquirir depois do Bravo. Gostei muito da última atualização do design, e o motor com injeção direta otimiza o desempenho, aliado ao câmbio powershift de dupla embreagem e seis velocidades percebi excelente resposta às investidas no acelerador, o que melhora também as retomadas. A gente puxa e o carro responde, imediatamente. O porta malas também está bem grande, apesar de não ser dos maiores da categoria. De pontos negativos, o pouco espaço interno, a falta de borboletas atrás do volante para passar marchas, e a versão de entrada, que é a única abaixo do limite de isenção, é pouco equipada e tem muito plástico nos painéis de porta, parece de categoria inferior. O Focus estava com uma adaptação manual comum do lado esquerdo.
Outro carro que dirigi lá foi o novo Corolla. Ele está muito bonito por fora, mais ousado, e cresceu por dentro e no porta malas, ponto positivo para cadeirantes. A direção é bem macia, e apesar de ter crescido não é nenhuma banheira, bem tranquilo para manobrar. A maior vantagem desta nova versão foi a adoção do câmbio automático CVT, continuamente variável, que elimina completamente os trancos. O melhor, na minha opinião. Só não gostei muito do desenho do painel, muito reto e projetado para a frente, parece de Kombi. E a versão de entrada, também a única que fica abaixo do limite de isenção, é muito pelada, nem sensor de estacionamento tem. A adaptação também era do tipo comum, uma barra embaixo do volante.
Os testes foram ótimos, mas ficou evidente como estamos cada vez mais limitados para adquirir um carro zero com isenção, já que o limite está em 70 mil desde 2009. Do jeito que vai, daqui a pouco só será possível comprar carros de pequeno porte com câmbio automatizado, e olhe lá. O problema vai ser guardar cadeira de rodas em mini porta malas.

5 comentários:

  1. estamos sentindo falta de atualização do site... Não para não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Angelo, estou meio devagar. Já que você reclamou, publiquei hoje! Abraços

      Excluir
  2. A motivação por trás dessas novas adaptações montadas no assoalho é o uso de airbags de joelho, que vem sendo cada vez mais comum no mercado europeu.

    ResponderExcluir
  3. olá, Alessandro, você já fez um teste como passageiro em carros adaptados como a Spin?

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...