sexta-feira, 8 de julho de 2016

Bike Cadeirante - Como fazer

Uma forma barata e prática de passear de bike com um cadeirante
Eu sou um apaixonado por bicicleta - bike para os íntimos. Fui ciclista minha vida inteira e sempre defendi que andar de bike é uma das atividades mais completas que existe, porque dá prazer, é um ótimo exercício, permite socializar, curtir a natureza ou a cidade, e ainda é barato e não agride o meio ambiente. Passear de bike é muito bom, e não tem limite de idade. E é muito fácil, basta pegar a magrela, encontrar um lugar seguro e pedalar. Só que passear com um cadeirante é um pouco mais complicado, pois pessoas com dificuldade de locomoção não conseguem andar de bike. Felizmente há as adaptações, como as handbikes - que eu utilizo - e triciclos, sem contar as bikes elétricas.
Prender a bike à cadeira pode ser bem simples, barato e seguro
Pensando em possibilitar uma amiga passear com sua filha, cadeirante, o mineiro Luiz Valente resolveu projetar uma adaptação para unir uma cadeira de rodas a uma bicicleta, usando como inspiração alguns vídeos que ele viu na internet. A ideia parece simples: substituir a roda dianteira da bicicleta pelas rodas traseiras da cadeira de rodas, transformando-a em um triciclo - ou melhor, quinciclo, pois ficará com cinco rodas, as quatro da cadeira mais a traseira da bike. Mas na prática foi preciso muita criatividade para ligar uma coisa na outra, mantendo o custo baixo. 
Detalhe da barra de aço que segura o garfo e atravessa o quadro da cadeira
Ele utilizou uma cadeira dobrável da filha da amiga e uma bicicleta doada por um amigo, comprou uma barra de aço inox com rosca de 8 milímetros, porcas de pressão e ruelas de 8 milímetros, junções de 8 milímetros e algumas fitas hellerman - aquelas usadas para lacrar bagagens. Gastou quarenta e cinco reais com todo o material. Então ele fez dois furos no quadro da cadeira de rodas e atravessou a barra de aço de um lado ao outro da cadeira, próximo ao eixo da roda traseira. Ele usou as junções para dar mais força na barra e também para prender o garfo da bike.
As porcas de pressão vão nas duas pontas da barra, para fixar com segurança.
Detalhe da fita hellerman que prende o guidão da bike na cadeira, com fita isolante por cima
A fita hellerman prende o guidão da bike no punho de empurrar da cadeira. Foram utilizadas duas fitas grossas de cada lado, e ele ainda passou fita isolante para reforçar. É importante que esta fixação fique bem firme. A dirigibilidade do conjunto demanda atenção, pois as rodinhas dianteiras da cadeira de rodas não ultrapassam facilmente desníveis e buracos. É preciso ficar atento para não dar trancos no cadeirante nem causar acidentes. Outro ponto de atenção é nas curvas. Como as rodas dianteiras não viram com a bicicleta, ao fazer curvas fechadas a bicicleta tende a virar para fora da curva. Por isso é preciso deitar o corpo para dentro da curva, para balancear. Com estes cuidados, é uma delícia rodar com um companheiro ou companheira pelas ruas e ciclovias da cidade!
Vejam no vídeo abaixo entrevista com o Luiz Valente, criador da Bike Cadeirante, e o test drive que fiz com ele. Agradeço a ele pela oportunidade de mostrar este trabalho 

9 comentários:

  1. Parabéns!!!
    onde eu encontro essa bike Cadeirante pra comprar?
    meu E-mail é darioesporte@hotmail.com valeu

    ResponderExcluir
  2. Muito bom! Vou tentar fazer uma adaptação para minha filha, também! Ela é autista e tem pouca mobilidade!

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde. Sobre esse projeto da Bike de Cadeirante, sabe dizer se o projeto se tornou comercial? Participo de uma Associação que disponibiliza passeios para Deficientes Visuais e também alguns Deficientes Físicos - acho que essa bike seria a ideal. Se puderem nos conseguir o contato dos engenheiros ou alguém que esteja comercializando, agradeço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O projeto não se tornou comercial, ele fez para um amigo e se dispôs a me ensinar para que eu compartilhasse aqui no blog. Você consegue fazer utilizando materiais simples, como ele mostra no vídeo. Não há engenheiros por trás, somente o Luiz, que fabricou em casa.

      Excluir
  4. Gostei. Sempre sonhei levar de tur pelo brasil minha amada. Então daqui a pouco mãos na obra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa! Se fizer e quiser contar sua história e seu projeto de rodar o país aqui no blog, será muito bem vindo! Abraços

      Excluir
  5. Eu também precisava saber se essa pessoa ainda faz esse tipo de Bike? Ele tem algum contato ele mora aqui em São Paulo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele não faz para vender, só mostrou o processo para outros copiarem. Mora em BH.

      Excluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...