domingo, 28 de junho de 2009

Post da Gi


O Sam sempre me pergunta porque não escrevo no blog dele, aí resolvi escrever hoje , apesar de não gostar muito, mas ele merece minha dedicação.
Conheci o Sam qdo ele ainda era um big dog, não faz mto tempo que ele deixou de ser, mas faz um tempão que nos conhecemos, num buteco em Viçosa, também estudei lá. Não foi paixão a primeira vista, como as pessoas gostam de dizer, tanto é que um dia encontrei com ele e nem o reconheci (isso faz muiiito tempo), mas a partir daí começou minha historia de amor (apenas a minha, porque ele demorou um pouquinho para descobbri que eu era a mulher da vida dele, rsrs). Algum tempo depois, namoramos, terminamos, mudamos de cidade, nos reencontramos algumas vezes, até que ficamos juntos definitivamente. Foi um longo caminho que não vem ao caso agora, pois o que tenho a dizer é sobre ele e o quanto me faz feliz. O Sam é simplesmente uma pessoa extraordinaria, de bem com a vida, não tem tempo ruim não. As vezes fico triste por algum motivo do dia a dia e rapidinho ele me faz enxergar que tenho varios outros motivos para ficar feliz. Há dois anos e alguns meses estamos juntos e só aconteceram coisas maravilhovas nas nossas vidas, nosso amor e dedicação um ao outro só aumenta.
Quanto a paraplegia nunca tive "medo" de como seria conviver com uma pessoa com limitações, na verdade nunca parei para pensar sobre isso, pois meu amor por ele é maior que qualquer limitação.
Meu Amor, a cada dia amo mais a nossa vida, adoro estar com você em todos os momentos, estaremos sempre juntos para comemoramos nossas vitorias e conquistas e também para lamentarmos nossos erros e nossas dores. Te admiro muito e tenho muito orgulho de você. Não posso esquecer de nossa Bebé (Belinha, nossa gatinha), que torna nossos dias mais divertidos. Te AMO MUITO para toda a Vida!

16 comentários:

  1. Nossa, que coisa linda....realmente o amor ele esta acima de qualquer coisa, ele só enxerga o coração!!!!
    Parabéns e felicidades aos dois.......
    Bjosssssss

    ResponderExcluir
  2. Lindos!
    Adorei o blog...e esse post esta super especial!

    ResponderExcluir
  3. O Sam isso ai o blog ta demais e pega no pé da Gi para escrever mais =)
    Grande abraço e felicidades para o casal...

    ResponderExcluir
  4. Gi... Amei o que vc escreveu menina...muito lindo. Sabe, me viciei nesse blog... É que estou namorando um cadeirante que conheci pela net. Gostaria muito mesmo de poder ter contato com vc, compartilhar sobre como é conviver com um cadeirante, o dia-a-dia deles, essas coisas... Estamos apaixonados mesmo, falamos até em casamento, vê se pode? Mas, não nos vimos ainda pessoalmente. Se vc puder me responder, ficarei feliz. E, parabéns à vcs dois. Que Deus continue abençoando essa união tão linda, esse amor que é acima das limitações, acima das dificuldades, acima dos preconceitos...
    Tá aí meu email, Gi (vivelez@ig.com.br).
    AH, Seu começo de nome é lindo amiga..
    GI = me lembra Giovani, o meu amor que é cadeirante.
    Bjo pra vc e um grande abraço no Sam.
    Viviane

    ResponderExcluir
  5. Pensei numa coisa...
    Se o Sam não tivesse ficado paraplégico, ele ainda estaria com a Gi? Ou ele voltaria a ser um Big Dog?

    Acredito na 2ª opção.
    Gi, a se não fosse a paraplegia dele, ele estaria galinhando.

    ResponderExcluir
  6. Não é qualquer mulher que anima limpar cama suja de xixi e fazer sexo de forma limitada. É por isso que ele deixou de ser mulherengo.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. PArabéns pela história de vcs!!!
    Que Deus continue abençoando cada dia mais esse amor!!!!!
    E vcs formam um lindo casal!!!
    felicidades

    ResponderExcluir
  9. Quando se trata e um amor verdadeiro tudo se supera Sejam felizes com as graças de Deus.

    ResponderExcluir
  10. Estou engatando um namoro maduro ,pé no chão ou seja um relacionamento gostoso de respeito e muita compreenção e paciencia,ja pude perceber as limitaçães mais eu já o amo.Pra ser sinsera no início ele falava q não queria ser um peso na minha vida,demorei a convecer.Passamos dias sem nos comunicar pois ele preferia ter que mim deicha pois ñ queria ser um peso p mim MAIS ESTAMOS NOS ACERTANDO DIREITINHO EU JÁ O AMO E VOU LUTAR POR ELE. GI,estou sempre atrás de conhecer novas expêriencia lendo o blog.Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Parabéns pelo blog e pela sua história de superação é isso ai, te conheci no Sara no final do ano.

    ResponderExcluir
  12. Gi, muito interessante tudo que voce relatou, tenho certeza que são palavras sinceras, estou muito interessada num cara cadeirante, mas , minha história, como contei em outra página do blog é um pouco complicada, mas, sei que superarei... Mesmo sem conhece-los já tenho um carinho especial por voces...

    Uma atitude muito honrosa é este blog!


    Deus os abençoe!

    ResponderExcluir
  13. e amiga eu tamben sou muito feliz com o meu marido ele e paraplegico a 7 anos estou com ele a 4 e tb nao tenho medo pos na minha opiniao por ele ser caderande eu acho ele bem mas carinhoso atencioso em fim melhores mesmo do que muito que andam

    ResponderExcluir
  14. Gi, me adc no msn mahf_19@hotmail.com.
    Preciso msm falar cntg.
    Marcilene

    ResponderExcluir
  15. Olá Gi, Sam...

    Gostaria de agradece-los pelos posts aqui do Blog, pois me ajudaram muito no inicio do meu relacionamento.
    Há nove meses conheci meu namorado Diego, na faculdade onde estudamos, e (da minha parte), foi amor à primeira vista. Ele é cadeirante há quase 3 anos, e graças à Deus, estamos juntos e felizes.
    Assim como você disse Gi, o Diego também demorou um pouquinho para perceber que eu sou a mulher da vida dele rss...
    Me identifiquei muito com o seu relato, porque eu também (inexplicavelmente) NUNCA parei para pensar sobre as limitações dele, talvez porque eu nunca tenha reparado nisso; o que eu sinto por ele é bem maior do que isso, e sei que é recíproco.
    Tudo o que eu li aqui, me ajudou a entender um pouco mais sobre a situação dele, e como encarar isso da melhor forma possível, tenho que confessar que não foi muito dificil.

    Ele se reabilitou no Sarah do Lago Norte, e agora em dezembro, está voltando para refazer os exames.... e eu estou com o coração na mão em deixá-lo por uma semana...rss...

    Por favor Gi, se possível, faça contato comigo, para que possamos trocar uma idéia, segue meu contato no facebook:
    http://www.facebook.com/profile.php?id=100002047374099

    Grande Abraço

    ResponderExcluir
  16. achei linda a historia.. sou cadeirante ha 8 anos. tenho 25 anos a achava que nao teria como ninguem se apaixonar por mim.. mais vi a historia ai e achei lindo.. meu face é.: https://www.facebook.com/rodrigobarrostj

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...