terça-feira, 30 de novembro de 2010

Medidas para cadeirante - NBR 9050

Ontem resolvi tomar café da manhã na bancada da cozinha (não reparem no cabelo bagunçado, tinha acabado de acordar) e lembrei-me das normas NBR 9050, que citei há alguns posts. Meu caso é um exemplo típico de adaptar-se ao ambiente, uso a bancada de passar roupa da nossa área de serviço como mesa e acho excelente a altura, não babo na roupa (o problema é a barriga...) e alcanço tudo mais fácil.
Mas o motivo deste post é publicar os "parâmetros antropométricos" (chique isso, heim) para usuários de cadeira de rodas da norma, pois muita gente acha um saco ficar procurando as medidas e tentar enxergar do que se trata. Aí vão as principais para deslocamento e alcance:

- A largura mínima necessária para a transposição de obstáculos isolados com extensão de no máximo 0,40 m deve ser de 0,80 m.

- As medidas necessárias para a manobra de cadeira de rodas sem deslocamento são:

a) para rotação de 90° = 1,20 m x 1,20 m;
b) para rotação de 180° = 1,50 m x 1,20 m;
c) para rotação de 360° = diâmetro de 1,50 m.

- Condições para manobra de cadeiras de rodas com deslocamento:


- Alcance manual frontal:
A3 = Altura do centro da mão com antebraço formando 90º com o tronco B3 = Altura do centro da mão estendida ao longo do eixo longitudinal do corpo
C3 = Altura mínima livre entre a coxa e a parte inferior de objetos e equipamentos
D3 = Altura mínima livre para encaixe dos pés
E3 = Altura do piso até a parte superior da coxa
F3 = Altura mínima livre para encaixe da cadeira de rodas sob o objeto
G3 = Altura das superfícies de trabalho ou mesas
H3 = Altura do centro da mão com braço estendido paralelo ao piso
I3 = Altura do centro da mão com o braço estendido, formando 30o com o piso = alcance máximo confortável
J3 = Altura do centro da mão com o braço estendido formando 60o com o piso = alcance máximo eventual
L3 = Comprimento do braço na horizontal, do ombro ao centro da mão
M3 = Comprimento do antebraço (do centro do cotovelo ao centro da mão)
N3 = Profundidade da superfície de trabalho necessária para aproximação total
O3 = Profundidade da nádega à parte superior do joelho
P3 = Profundidade mínima necessária para encaixe dos pés

- Relações entre altura e profundidade para alcance manual lateral para pessoas em cadeiras de rodas.

- Superfície de trabalho:
As superfícies de trabalho necessitam de altura livre de no mínimo 0,73 m entre o piso e a sua parte inferior, e altura de 0,75 m a 0,85 m entre o piso e a sua superfície superior. A figura 12 apresenta no plano horizontal as áreas de alcance em superfícies de trabalho, conforme abaixo:
a) A1 x A2 = 1,50 m x 0,50 m = alcance máximo para atividades eventuais;
b) B1 x B2 = 1,00 m x 0,40 m = alcance para atividades sem necessidade de precisão;
c) C1 x C2 = 0,35 m x 0,25 m = alcance para atividades por tempo prolongado.

17 comentários:

  1. Olá, sou estudante de arquitetura e tive disciplinas específicas de ergonomia, é muito legal ver você difundindo esse conhecimento!

    ResponderExcluir
  2. Sam,

    Muito legal seu post, vou adotar essas medidas e tentar adaptar todas elas, ou a grande maioria para que eu me sinta mais incluso na minha própria casa.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  3. Você é fantástico. Meu marido é amputado há 1 ano e meio e até agora ainda não nos adaptamos com os espaços da cadeira de rodas em casa. Já desmontei minha sala, virei meu quarto e o banheiro ficou apertado com a cadeira de banho, sem falar da cozinha. hihihihi
    Tudo parece um desafio. Essas medidas vão me ajudar a fazer novas adaptações.
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  4. Maravilhoso seu post.Se todos adotarem esta medida vai ser ótimo.

    ResponderExcluir
  5. Excelente! Obrigado por disponibilizar essas informações de forma clara.

    ResponderExcluir
  6. ola

    muito bom!

    conhece as medidas corretas pra, por exemplo:

    um degrau de 30cm

    quantos graus tem q ter pra um cadeirante subir/descer sem ajuda e sem enroscar o apoio do pé no chao???

    abraços

    :)

    ResponderExcluir
  7. Sam,
    a difusão da NBR9050 no blog vai ajudar muita gente a adaptar o ambiente de casa, do trabalho, a escolher equipamentos adequados e a exigir seus direitos. Parabéns. Fiz várias fotos das calçadas de Atlanta e te mando depois com um post.
    Ab.

    ResponderExcluir
  8. Um comentário técnico sobra a pergunta do Anônimo:
    a rampa acessível deve ter inclinação máxima de 8,33%(1/12) pela NBR9050. Para vencer um degrau de 30cm é necessário uma rampa de 3,60metros de comprimento. Utilizando a formula i=h/c (inclinação = altura/comprimento => 8,33=30/c => c=30/8,33 => c=3,60). Espero ter ajudado. Abs.

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde, eu sou projetista de móveis e estou fazendo um projeto para um cadeirante e as informações postadas no seu blog, são as mais faceis de entender, valeu. Mas eu ainda tenho uma duvida para fazer um guarda roupa funcional, vc tem alguma dica para me dar?
    Obrigada

    ResponderExcluir
  10. Olá meu nome é Taynah Zaedhi e sou de Brasília . Sou fazendo um projeto de um pizza bar 12,60 x 7,50 com uma andar superior Gostaria de pedir opiniões para você , saber realmente o que é necessário para o conforto e bem estar de vocês , me digam as medidas que gostariam que eu usasse

    ResponderExcluir
  11. ola ,estudo design de interiores ,seu blog me ajudou em uma pesquisa,obrigada!

    ResponderExcluir
  12. Muito legal esse site. Fazer uma construção particular que, mesmo que sem obrigação legal, obedeça à essas medidas é uma forma respeito ao cadeirante.

    ResponderExcluir
  13. Olá também estudo design de interiores e seu blog é excelente, ajuda tanto as pessoas portadoras de necessidades especiais como a nós que projetamos esses espaços e talvez não estejamos atentos a pequenos detalhes que fazem a diferença, Parabéns !

    ResponderExcluir
  14. Prezado, poderia me informar o ângulo máximo de uma rampa e o comprimento mínimo para acesso a um banheiro? A porta de acesso tem 0,90 m de largura. Estou tentando adaptar num casarão centenário(pizzaria) algum modo de me enquadrar às normas para acesso à cadeirante( arrebentar o piso e rebaixar não pode, pois abaixo da laje maciça antiga é um porão habitável ou seja é uma sala da própria pizzaria. Antecipadamente agradeço fechaed@ig.com.br
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  15. Muito bom! Ajudou muito! Abraço

    ResponderExcluir
  16. muito bom!!! pedi pra fazer uma pia e mesa modulada, do qual eu encaixe perfeitamente na cozinha, assim que ficar pronta eu gostaria de mostrar a foto aqui, posso? como faço? Para nos q gostamos de cozinhar a cozinha é um grande desafio!!!

    ResponderExcluir
  17. Parabéns,vou usar suas medidas em um projeto para fazer uma mesa para uma pessoa.Obrigado pelas dicas.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...