quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Reformada mas sem acesso

E os cadeirantes, vão na concorrente?
Na última segunda feira fiquei feliz ao ver que a lotérica perto da minha casa providenciou acesso a cadeirantes, mas logo acima fiquei triste, pois a padaria Santíssimo Pão (Rua Grão Mogol, 65) que acabou de passar por uma grande reforma, não se lembrou de quem tem problemas de locomoção.
Ela ficou fechada por um bom tempo, alguns meses, e reabriu há algumas semanas. Eu já estava curioso para saber se resolveram o problema de acesso, mas fiquei decepcionado. Na verdade eu nunca havia tentado ir lá rodando, eu sempre parava em frente de carro enquanto a Gi ia comprar alguma coisa para o lanche. Eu esperava no carro porque sabia que não tinha como entrar, pois havia dois degraus em uma entrada e um na outra. E a Gi geralmente estava comigo.
Moro na região há três anos, e no início não tínhamos alternativa de outra padaria por aqui. Mas há uns dois anos abriu uma unidade da Trigopane alguns metros acima, na Grão Mogol mesmo. Naturalmente, eu dava preferência para a Trigopane devido ao acesso facilitado, mas eu gostava muito do pão de laranja da Santíssimo, e quando a Gi estava comigo, comprava lá mesmo.
Mas eis que há alguns meses a padaria fechou e entrou em uma grande reforma. E quando reabriu, de cara percebi um "puxadinho" que fizeram pro lado do estacionamento, para ampliar a lanchonete. Ficou bem bacana, com grandes janelas. Mas a entrada.... Além de não fazerem uma rampa, mantiveram os degraus e fecharam a outra entrada, que tinha só um degrau. Perguntei à menina do caixa se tinha outra entrada, e ela disse que era só aquela. E rampa móvel? Muito menos.
Desse jeito, além de perder definitivamente um cliente, ficarão mal vistos por quem se preocupa com acessibilidade. E as pessoas estão cada vez mais atentas a isso. Eu, pelo menos, sempre estou. E divulgo aqui, para quem quiser ver. E, de preferência, me ajudar a cobrar.

Um comentário:

  1. Muito chato essa situação, de chegar na porta de alguma lugar e ficar la com a cara de tacho.
    Aqui na minha cidade são varios lugares assim tambem, sou cadeirante e sei muito bem pelo o que vc passou ai amigo. Aqui na eskina de casa tem um padaria, uma das mais movimentadas da cidade, que tem um degrau só, e nao sao capazes de fazer uma rampinhaa, ia so aumentar a clientela.
    Abraços, continue assim divulgado as irregularidades dessas pessoas deficientes mentais que não se preocupam com nós pessoas dignas de respeito.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...