sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Natal para cadeirantes

Gostei da camisa!
Este post não é sobre dicas de presentes de natal para cadeirantes, mesmo porque o natal agora está meio longe, né? É sobre uma viagem para a cidade de Natal, no Rio Grande do Norte.
Desta vez, infelizmente, o passageiro não fui eu. Quem nos traz o relato da experiência de viagem de um cadeirante para Natal é o Eduardo Martins, leitor do blog de Sorocaba/SP. Ele já contribuiu aqui no blog com um post sobre um hotel que ficou em Salvador, e se decepcionou. Desta vez, ele estava preocupado com a companhia aérea, que problemas poderia enfrentar com a Gol, pois nunca tinha voado com eles. Felizmente foi bem atendido e desta vez ele escolheu um hotel melhor, e não passou perrengue. Confiram abaixo o relato dele.
Eduardo "sofrendo" na praia.
"Eu fui pra Natal e foi muito bom, fui bem atendido pela Gol, sem nenhum problema com a equipe de bordo, só tive problema com a má administração do aeroporto, tanto na ida, como na volta. Faltando mais ou menos 30 minutos para o embarque, alteraram a plataforma, e tive que sair fazendo um tour pelo aeroporto até chegar na outra plataforma, que embarcava no solo. E o aeroporto  de Guarulhos só tem um Ambulit para atender todo mundo, vê se pode.
O hotel tinha até cabide retrátil
Fiquei no Hotel Porto Mirim, que pertence à rede Porto Suites e é bem localizado, na Praia dos Artistas, bem na saída dele um rampa super suave que nem dá pra sentir, praticamente já saí na guia rebaixada e com faixa de pedestre pra poder travesar para o calçadão da praia sem problema algum.
O banheiro do hotel é muito bem adaptado, com banco retrátil.
O quarto do hotel é muito bem adaptado. Até o guarda roupa e frigo bar são adaptados, e os funcionários muito educados e prestativos.
O passeio de Bugue é tranquilo para cadeirantes
O passeio de Bugue pelas dunas e algumas praias e restaurantes é muito bem organizado e é feito com todo cuidado com nosso caso. Já outros tipos de passeios, as empresas locais ainda não se adequaram para atender nossas necessidades.
Só uma surpresa na volta que não foi nada agradável: quando cheguei minha casa tinha sido assaltada, fizeram a limpa, mas aos poucos coisas materiais vamos readquirindo."
Esse final foi trágico, meus pêsames por suas perdas, mas fico feliz de saber que é possível uma viagem a Natal sem maiores surpresas e com boas possibilidades de diversão. Já passei pela troca repentina de plataforma em Guarulhos, com embarque complicado no solo, esse é um problema que definitivamente deve ser resolvido, pois estamos às portas de eventos internacionais no país, e desse jeito passaremos vergonha. Cabe a nós exigirmos melhor tratamento, afinal não estão nos fazendo nenhum favor.

4 comentários:

  1. Eu moro em natal e realmente a cidade serve muito bem a nós cadeirantes, tem serviços de leva e traz e quase todo restaurante ou bar é adaptado. muito bom o post venha mais vezes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marney, vc pode me informar se em Natal existe taxi adaptado para cadeirante, ou algum outro tipo de transporte direcionado ao cadeirante, com quem vc fez esse serviço de leva e traz?

      Excluir
  2. Já concertaram o elevador do aeroporto?

    ResponderExcluir
  3. Existe alguma praia em Natal com acesso para cadeirantes?

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...